Uncategorized

[SETEMBRO AMARELO]

Boa noite!!!

Vocês repararam que mudou a cor aqui do blog? O motivo é a campanha Setembro Amarelo.

 

Setembro é o Mês de Prevenção ao Suicídio, o Setembro Amarelo.

O número de suicídios é alarmante, e por isso a campanha. Precisamos falar sobre o assunto, precisamos identificar se aquela pessoa que convive diariamente com a gente não está passando por uma situação difícil e tentar fazer com que ela se abra, pois o silêncio é algo que acaba contribuindo para que estes casos aumentem mais a cada dia. O diálogo ainda é o melhor caminho.

É difícil guardar tudo para si mesmo, mesmo que a pessoa muitas vezes não queira se abrir, precisamos identificar muitas vezes os sintomas e fazer o possível para mostrar que a vida é uma dádiva que deve ser desfrutada.

Os livros mesmo acabam muitas vezes se tornando um grande aliado e refúgio.

Isolamento, mudanças marcantes de hábitos, perda de interesse por atividades de que gostava, descuido com aparência, piora do desempenho na escola ou no trabalho, alterações no sono e no apetite, frases como “preferia estar morto” ou “quero desaparecer” podem indicar necessidade de ajuda

O suicídio é um ato de comunicação. Quem se mata, na realidade tenta se livrar da dor, do sofrimento, que de tão imenso, parece insuportável. (Fonte)

Saiba mais sobre a campanha: https://www.setembroamarelo.org.br/

O autor Augusto Cury está com um programa gratuito de prevenção ao suicídio. Com cinco vídeos de  15 minutos cada, o autor e psiquiatra, que já vendeu mais de 30 milhões de livros somente no Brasil, lança o programa “Você é insubstituível”, onde dá auxílio para lidarmos com problemas emocionais. Você pode saber mais sobre o programa: https://bit.ly/2kaXcnQ

Abaixo algumas dicas de livros sobre o tema, mas atenção porque eles podem conter gatilhos 😉

 

Coleção Azul Radical. Aventuras, desventuras e adrenalina no cotidiano dos meninos. Livro de estreia do roteirista norte-americano Stephen Chbosky, As vantagens de ser invisível sai no Brasil pela editora Rocco e é um Best-seller da Veja. Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe – a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências –, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela. As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir “infinito” ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário. Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.

A autora de fantasia que está encantando leitores com a força de sua escrita lança seu primeiro romance contemporâneo – uma trama comovente e impactante situada nos dias de hoje. Depois de sucessos internacionais como a saga Sobrenatural, Cynthia Hand demonstra todo o seu talento numa história sobre perda, culpa e superação.O ÚLTIMO ADEUS é narrado em primeira pessoa por Lex, uma garota de 18 anos que começa a escrever um diário a pedido do seu terapeuta, como forma de conseguir expressar seus sentimentos retraídos. Há apenas sete semanas, Tyler, seu irmão mais novo, cometeu suicídio, e ela não consegue mais se lembrar de como é se sentir feliz.O divórcio dos seus pais, as provas para entrar na universidade, os gastos com seu carro velho. Ter que lidar com a rotina mergulhada numa apatia profunda é um desafio diário que ela não tem como evitar. E no meio desse vazio, Lex e sua mãe começam a sentir a presença do irmão. Fantasma, loucura ou apenas a saudade falando alto? Eis uma das grandes questões desse livro apaixonante.O ÚLTIMO ADEUS é sobre o que vem depois da morte, quando todo mundo parece estar seguindo adiante com sua própria vida, menos você. Lex busca uma forma de lidar com seus sentimentos e tem apenas nós, leitores, como amigos e confidentes.Cynthia Hand faz sua homenagem àqueles que se foram muito cedo e oferece um diálogo reconfortante a quem já esteve no lugar de sua protagonista. Os pensamentos e os segredos de Lex e Tyler serão revelados aos leitores brasileiros em 2016, em um livro que fará parte da Coleção DarkLove – linha que lança autoras femininas com muita história para contar.

“Ansiedade. Paranoias. Medos. Frustrações. Amor. Sonhos. Desilusões. Expectativas. Aquela vontade louca de desistir de tudo. Recomeçar. Desistir de novo. Sentir-se inteiro. Vazio. Transbordar. Se perder. Pode parecer, mas você não está sozinho… Em Sempre faço tudo errado quando estou feliz, Raquel Segal, criadora do Aquele Eita, fala de emoções reais, destas que a gente só conta para o travesseiro. É impossível não se impactar com seu traço revelador e, ao mesmo tempo, transformador.”

Participe do comentário premiado de setembro clicando aqui

 

3 comentários em “[SETEMBRO AMARELO]

  1. Sim precisamos sempre estar atentoas as pessoas ao nosso redor. Mesmo com a campanha Setembro Amarelo, o suicídio ainda precisa ser muito discutido. Adorei as dicas. As Vantagens de Ser Invisível é meu xodozinho.

  2. Renata!
    Precisamos mesmo falar mais sobre o assunto e não apenas agora no setembro amarelo, mas sempre. E o maior absurdo é ter uma lei que proibi os meios de comunicação falarem sobre o assunto, porque acham que pode estimular ainda mais a prática do suicídio.
    Augusto Cury é fantástico, sou muito fã dele.
    cheirinhos
    Rudy

  3. boa noite
    REPAREI sim RENATA
    FOI algo que me chamou a atençao
    o seu blog é unico que vi fazendo essa lembrança ao mes de prevençao ao suicidio UM assunto muito serio que devemos estar sempre atento
    PARABENS pela iniciativa
    bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s