Resenha

[RESENHA] “Birthday Girl: O Presente Perfeito”, de Penelope Douglas por The Gift Box – @PenDouglas

Boa tarde!!!

Quem não ama uma história dramática e que também é capaz de fazer suspirar que atire a primeira pedra.

Hoje vou falar desse livro que já chegou furando a fila.

Confiram a resenha completa logo abaixo.

JORDAN
Ele me acolheu quando eu não tinha outro lugar para ficar.
Ele não me usa, me magoa ou se esquece de mim. Ele não me trata como nada, não me despreza, ou me faz sentir insegura.
Ele se lembra de mim, ri comigo e olha para mim. Ele me escuta, me protege e me enxerga. Sinto seus olhos em mim sobre a mesa do café da manhã, e meu coração dispara quando o ouço entrar na garagem depois do trabalho.
Preciso parar isso. Não pode acontecer.
Minha irmã me disse uma vez que, não existem homens bons, e se você encontrar um, ele provavelmente será comprometido.
Só que o comprometido aqui não é Pike Lawson.
Sou eu.

PIKE
Eu a acolhi porque pensei que estava ajudando.
Ela prepararia algumas refeições e daria uma limpada na casa. Era um acordo simples.
Com o passar dos dias, porém, está se tornando tudo, menos simples. Tenho que parar de pensar nela e de prender a respiração toda vez que nos esbarramos pela casa. Não posso tocá-la, e eu não deveria querer.
Quanto mais me vejo cruzando o seu caminho, mais ela se torna parte de mim.
Mas não estamos livres para ceder a essa atração. Ela tem dezenove anos e eu trinta e oito.
E sou pai do namorado dela.
Infelizmente, os dois acabaram de se mudar para a minha casa.

* BIRTHDAY GIRL é um romance contemporâneo, adequado para maiores de 18 anos.

Não precisa ser uma tempestade num copo d’água, porém. Passamos a vida esbarrando em pessoas pelas quais nos sentimos atraídos, o tempo todo. Acontece e você não pode evitar. Não significa que vou tentar alguma coisa. Eu me sinto culpado por ter sido ela.

Vocês não imaginam como torci para termos mais livros da Penelope Douglas publicados aqui no Brasil. Havia lido apenas um livro dela, e me apaixonei pela escrita dessa mulher.

Aqui nós conhecemos a história de Jordan, Pike e Cole. Vou adiantar pra vocês que fiquei um tanto apreensiva antes de ler este livro, pois o final da sinopse dele me deixou confusa. Mas, me deparei com algo bem diferente do que imaginava, com uma história emocionante e de tirar o fôlego. E, antes que esqueça, se alguém aí está em dúvida sobre ler este livro, por achar que temos aqui um triângulo amoroso, já pode ir tirando o livro da estante e se preparando pra ler ele 😉

Nossa protagonista, Jordan, sempre teve de lidar com muitas coisas, entre elas a dor da rejeição. Ela está a bastante tempo a própria sorte, e lutando para vencer na vida. Ela e Cole moram juntos, mas devido a algo que ele apronta, eles precisam se mudar para a casa do pai dele, e assim tentarem juntar algum dinheiro.

Pike foi pai muito cedo, e desde então sempre batalhou para dar o melhor ao filho. Ele e o filho acabam se afastando graças a manipulação da mãe de Cole. Quando decide ajudar o filho e a namorada, vê a chance de se aproximarem, mas as coisas acabam saindo um pouco do controle.

Somos vítimas das circunstâncias. Pelo menos, acredito piamente que eu teria gostado dele, não importa o quê. Se ele fosse qualquer outro homem que entrasse no bar, sentasse e conversasse comigo, eu o teria desejado. Ele pode ser ríspido e estar fora de forma para lidar com as pessoas, mas estou feliz com ele, e gosto que a única coisa que ele parece precisar de mim é a minha presença. Ele está mais feliz comigo aqui.

Achei relacionamento de Jordan e Cole bem esquisito, e sinceramente, não sei se aguentaria tudo que Jordan aguentou. Ela sempre viu nele seu melhor amigo, e acho que tinha medo de perder isso caso o namoro deles acabasse.

A aproximação entre Jordan e Pike vai se dando aos poucos, e quando nos damos conta, já os queremos juntos. Eles tentam fugir do que sentem, é complicado pra eles toda a situação, mas chega ao ponto em que não conseguem mais fugir do que sentem.

No início julguei os personagens, mas conforme fui lendo, acabei percebendo que ali não havia maldade, vilões ou vítimas, apenas duas pessoas machucadas que aprenderam a se amar.

— Eu sabia que você estava lá fora em algum lugar — revelo, a boca curvando em um sorriso triste. — As namoradas, mulheres com quem saí, a mãe de Cole… Nunca quis me casar com ninguém, porque não eram o que eu estava procurando. Tinha começado a pensar que minhas expectativas eram altas demais e você não existia — Seguro firme em sua nuca e acaricio com os polegares a sua garganta. — Acontece que a garota dos meus sonhos pertence à única pessoa pela qual eu morreria se eu magoasse.

O livro é todo escrito em primeira pessoa, com Jordan e Pike narrando, e vocês não imaginam o que sofri por perceber o quanto eles sofriam por tentarem fugir do que sentiam.

Esse tipo de história é aquela que nos faz viver numa montanha russa , nos faz amar e odiar os personagens, e nos faz querer que todos encontrem seu final feliz.

Penelope Douglas traz uma história sensível, onde com sua escrita viciante não conseguimos parar de ler, e no final nos sentimos culpados por não termos lido mais devagar.

Participe do comentário premiado de julho clicando aqui

Anúncios

4 comentários em “[RESENHA] “Birthday Girl: O Presente Perfeito”, de Penelope Douglas por The Gift Box – @PenDouglas

  1. NOSSA parece um romance arrebentador daqueles que deixam a gente com uma pulguinha atras da orelha se corroendo de curiosidade para ver como a autora vai resolver esse situação
    AMORES ditos impossiveis sempre rendem uma otima estoria e é a habilidade da autora é fundamental para que os personagens tenham seu final feliz e deixam as leitoras bem satisfeitas
    AINDA não li nada da autora mas a dica já esta anotada

  2. Oiii ❤ Que capa maravilhosa! É um alívio para mim saber que esse livro não se trata de um triângulo amoroso, tenho fugido de livros com esse tema.
    Depois de ler sua resenha, eu simplesmente preciso ler esse livro! Essa coisa de amor proibido geralmente costuma prender muito a minha atenção.
    Mesmo sem conhecer a história, já estou torcendo pra que Jordan e Pike fiquem juntos, eles parecem se combinar e a frase que ele fala pra ela é super romântica ❤
    Beijos ❤

  3. Olá! ♡ Histórias dramáticas são comigo mesmo kkkk!
    Também fiquei um pouco confusa com o final da sinopse, mas que bom que o desenrolar da história te surpreendeu e emocionou.
    Fico com o coração apertado por Jordan, ninguém merece sentir a dor da rejeição.
    De fato, esse parece ser o tipo de livro que provoca as mais diversas sensações no leitor e que nos faz torcer com afinco pela felicidade dos personagens.
    Espero poder fazer a leitura em breve, fiquei bem intrigada com a premissa da história.
    Obrigada pela indicação! Beijos!

  4. Renata!
    Confesso que achei mesmo que seria um triângulo amoroso, que bom que não.
    Gosto quando um romance vem acompanhado pelos dramas pessoais e familiares, parece que as personagens se desenvolvem mais e ficam maduros de uma forma impressionante.
    cheirinhos
    Rudy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s