Resenha

[RESENHA] “Ao seu lado”, de Kasie West por Verus Editora – @KasieWest @Verus_Editora

Boa tarde!!!

Hoje vou falar deste livro que está entre os melhores que li até agora.

Não havia lido nada da Kasie West ainda, então não sabia muito bem o que encontraria por aqui. Só sei dizer que terminei essa leitura com um sorriso no rosto por toda a forma que ela conduziu a história e construiu seus personagens.

Confiram a resenha completa logo abaixo.

O que fazer quando você se apaixona pela pessoa que menos esperaria?

 Depois de se ver trancada acidentalmente na biblioteca pelo fim de semana inteiro, Autumn Collins não acha que as coisas podem piorar. Mas ela percebe que não está sozinha. Dax Miller está trancado com ela.

Autumn não sabe muito sobre Dax, só que ele é problema. Entre os rumores sobre uma briga em que ele se meteu (e o breve período no reformatório que veio a seguir) e sua fama de antissocial, ele não é exatamente a melhor companhia para um fim de semana. Ainda assim, Autumn tenta manter a calma e lembrar que é apenas uma questão de tempo até Jeff, seu quase namorado, perceber que a deixou na biblioteca e vir resgatá-la.

Mas Jeff não aparece. Ninguém aparece.

Diante disso, fica claro que Autumn terá que passar o fim de semana se alimentando de barrinhas de cereal e tentando conversar com um garoto que claramente não quer nada com ela. Até ela perceber que há muito mais em Dax do que ele deixa transparecer.

Conforme Autumn e Dax vão se abrindo um para o outro, ela fica impressionada com a conexão entre eles. Mas será que os sentimentos vão sobreviver quando o fim de semana acabar e a vida de Autumn voltar ao normal?

Este é meu primeiro contato com a escrita da Kasie West, autora da qual já ouvi maravilhas. Ela sempre esteve em minha infinita lista de leitura, mas por um  motivo ou outro fui deixando de lado, até eu ler a sinopse de “Ao seu lado”, e eu ter a certeza de que finalmente iria ler um livro dela.

Aqui somos apresentados a Autumn e Dax, dois adolescentes com histórias de vida tão diferentes, mas que ao passarem o final de semana juntos presos na biblioteca, acabam criando uma conexão.

Depois de passar a tarde estudando com um grande grupo de amigos, Autumn tinha planos de se reunir com eles em uma fogueira, e depois viajar até uma cabana com suas amigas. E ainda havia mais um plano que a estava deixando cheia de expectativas: se declarar para Jeff, que também vive dando sinais de estar à fim dela. Só que tudo dá errado quando Autumn acaba tendo de voltar para dentro da biblioteca, acaba ficando presa lá, e seus amigos partindo sem dar falta dela.

O que Autumn não esperava é que não estaria sozinha lá dentro, já que Dax também estava lá, só que por outros motivos.

Dax tenta se manter distante, sem dar muito papo a Autumn, afinal ele já passou por tanta coisa que não quer ter de se apegar a ninguém mais. Na verdade, ninguém sabe muita coisa sobre ele, a não ser que ele está sempre sozinho, vive trocando de lares temporários, e que já esteve em um reformatório.

— Mas sem beijo. Só amigos.

— Amigos?

— Não. Amizade é um vínculo, não é ? Então não, somos distrações. Amigos distraídos.

Conforme as horas vão passando, um vai descobrindo mais sobre o outro, revelando coisas que poucas pessoas ou ninguém sabe, e Autumn vai percebendo que sempre teve pensamentos equivocados sobre Dax.

Boa parte da história se passa com os protagonistas presos na biblioteca, mas o drama mesmo da história acontece quando eles conseguem sair de lá.

O livro é escrito em primeira pessoa, com Autumn narrando ele.

— Tevê é uma distração. O Dax é um envolvimento meio agressivo, não acha?

Algo que devo salientar, é como a autora abordou o tema de transtorno de ansiedade, algo que me deixou bastante feliz. Na maioria dos livros, os personagens que sofrem desta doença, passaram por um grande trauma, ou enfrentam problemas diariamente, e aqui não foi dessa maneira. A autora mostrou que qualquer pessoa pode vir a sofrer de transtorno de ansiedade, que não precisa que nada sério tenha acontecido com ela, e que qualquer coisa, desde uma simples brincadeira, pode se tornar um gatilho para uma nova crise.

Amei o relacionamento de Autumn e sua família, e mais uma vez a autora surpreendeu, pois normalmente vemos nos livros os pais irem contra a filha se aproximar de um garoto tão cheio de problemas como Dax, e não foi isso o que aconteceu aqui.

Percebi que ria muito quando estava com ele. Dax me fazia feliz. Era como se eu brilhasse por dentro, como se quisesse viver esse momento para sempre.

A leitura flui muito bem. A história é leve, com uma pitada de drama e comédia. Pra quem ama o velho e maravilhoso clichê do badvoy, esta com certeza é a história certa.

Terminei este livro maravilhada em como a autora transformou essa história, que a primeira vista é bem clichê, em algo tão bom.

Estou fascinada e apaixonada por essa história e seus personagens.

 

 

Participe do comentário premiado de julho clicando aqui

Anúncios

2 comentários em “[RESENHA] “Ao seu lado”, de Kasie West por Verus Editora – @KasieWest @Verus_Editora

  1. Olá! Nunca li nada da Kasie West, apesar de seus livros estarem presentes na minha lista de leituras.
    Achei bem interessante o fato da autora ter abordado o transtorno de ansiedade, mostrando que até coisas pequenas podem desencadear em uma nova crise e que qualquer pessoa pode sofrer com esse transtorno, sem de fato ter passado por algo muito sério.
    Estou muito ansiosa para conhecer Dax e Autumn e ver o relacionamento dos dois florescer! ♡
    Obrigada pela indicação! Beijos!

  2. Oiii ❤ Ahhh, adorei essa sinopse, duas pessoas presas na biblioteca durante um final de semana, tem coisa mais fofa e clichê?! Só de ler a sinopse já quero ler esse livro. Bons clichês sempre me agradam.
    Estou curiosa pra ler como vai ser o final de semana de Autumm e Dax e como vai ser a interação entre a eles durante esse tempo. Fico imaginando como vão ser as coisas entre eles depois que saírem da biblioteca.
    Espero que o livro fale sobre o passado de Dax pra sabermos porquê suposições são feitas sobre ele e descobrimos o que realmente aconteceu com ele no passado.
    Me identifico muito com Autumm, ter crises de ansiedade é complicado. Gostei que, como você disse, a personagem principal não sofreu nenhum trauma muito grande que causou o transtorno, igual em muitos outros livros.
    Adorei a resenha. Beijos ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s