Parceria · Resenha

[RESENHA] “Só hoje”, de Cinthia Freire

Boa tarde!!!

Há meses Cinthia Freire vem falando sobre esta história, soltando alguns trechos dela e dando pistas sobre os personagens, mas nada havia me preparado para o que encontraria aqui.

Uma história de amor puro e verdadeiro, onde o maior vilão é a culpa e o medo.

Venham conhecer Cadu e Mia na resenha completa logo abaixo 😉

Há seis anos eu tive um encontro com a morte e naquela noite fiz uma promessa.
Prometi que passaria a minha vida à sua espera, aguardando até que ela estivesse pronta para me buscar.
Mas o tempo passou sem que ela voltasse e tudo o que me restou foi a dor que me impede de dormir e por muitas vezes parece prestes a me sufocar.
Eu viveria assim, estava preparado para continuar sozinho a sua espera, se não fosse por um pequeno deslize, uma única brecha na escuridão que havia se tornado a minha existência.
Era para ter sido apenas um momento, um sopro de ar em meus pulmões sufocados. Mas eu cometi um erro.
Eu me apaixonei por uma garota.
E agora, eu tenho medo que a morte volte, porque pela primeira vez desde aquela noite, eu não quero mais morrer.

Amazon

Goodreads

Skoob

Será mesmo possível que o amor aconteça assim como uma chuva de verão que chega sem avisar? Passo a mão pelo rosto de Mia imaginando como deve ser amá-la, ela é tranquila, linda, doce, inteligente, sexy… porra… não é nada difícil se apaixonar por essa garota. O cara que conquistar seu coração será um filho da puta de muita sorte.

Cinthia Freire ama nos fazer sofrer! E o problema é que eu amo sofrer nas mãos dela kkk

A história de “Só hoje” é de um livro único, ou o que não se sabe ainda, o primeiro de uma série (bora ler este livro e azucrinar a Cinthia pedindo mais livros deste universo rsrsrs), e já ao ler a sinopse temos a certeza de que encontramos um mocinho quebrado por aqui (ADORO!).

Cadu sempre curtiu a vida da melhor forma, até que um acontecimento acaba trazendo uma escuridão à sua vida, e tudo o que ele faz é se afastar daqueles que ama, e ficar esperando o dia em que a morte lhe encontrará novamente, e desta vez para levá-lo junto com ela.

A morte nada mais é que um estágio da vida, o último; ela não é assustadora, não para quem vai, ela é o fim de um ciclo, a finalização de sua jornada, é tudo o que sabemos sobre a vida. O resto… — dou de ombros — é apenas uma sucessão de consequências de nossos atos diários.

Mia é uma garota tímida e esforçada, que sonha em ter sucesso como advogada. Ela vê em Marcela mais que uma amiga, uma verdadeira irmã, e é justamente Marcela quem lhe dá um presente inusitado e que mudará sua vida.

Quando Mia e Cadu se encontram, é inevitável a atração que surge entre eles, e apesar das circunstâncias em que são apresentados, um não consegue mais esquecer o outro.

Mia e Cadu vão construindo uma relação aos poucos, assim como Cadu vai tentando deixar sua escuridão de lado. Mas, a relação entre eles nem sempre é fácil, pois Mia não sabe o que houve no passado dele, e não entende o porque dele não conseguir seguir em frente.

A verdade é que Cadu muitas vezes não se acha digno da felicidade, e logo quando ele acredita que pode sim ter direito a ser feliz, e o quanto ama Mia, vem o destino e faz com que uma terrível coincidência aconteça.

Eu te amo porque, apesar se você achar que estava morto, eu sei que você estava apenas perdido esperando ser encontrado.

A história acompanha os protagonistas ao longo dos anos, desde o final da adolescência até os dias atuais. Mia e Cadu é quem nos narram essa história, e ali podemos acompanhar um grande amor nascendo.

O que realmente aconteceu no passado de Cadu, é revelado quase que nos capítulos finais, embora tenha sido dada uma pista aqui e outra ali, e pude sentir toda sua angústia e culpa através das páginas deste livro. Tinha muitas vezes vontade de entrar no livro e pegar Cadu no colo e depois guardá-lo num potinho onde nada nem ninguém pudesse mais machucá-lo.

Mia de início parece ser tão frágil, mas aos poucos vai demonstrando ter uma grande força dentro de si, e que é a pessoa que Cadu precisa a seu lado.

Este não é apenas mais um “romance dramático”, mas uma história cheia de lições. É uma história de recomeços, perdão, perdoar a si mesmo e família. Uma história em que a cada capítulo vivemos mais emoção, e que torcemos desde o início para que Cadu encontre sua paz para ser feliz. Uma verdadeira explosão de sentimentos vivemos aqui.

Cadu e Mia tem sua história finalizada aqui, mas há pelo menos oito personagens gritando desesperadamente para terem suas histórias contadas.

Venham ver o encontro entre o sol e a lua, onde você via se apaixonar, sorrir e chorar, mas garanto que irá mais do que gostar 😉

 

 

Participe do comentário premiado de abril clicando aqui

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s