Parceria · Resenha

[RESENHA] “Íris Blue: Sem Reflexos do Passado”, de Edna Nunes

Boa tarde!!!

Hoje é a resenha de um livro muito especial, que tive a oportunidade de ler um pouco entes de seu lançamento.

É uma história sobre mudanças, evolução, arrependimentos e amor.

Confiram a resenha completa logo abaixo 😉

Marco estava no fundo do poço. Desequilibrado, vivia sozinho, escondido e aguardava julgamento por assassinato. Sua melhor companhia era uma garrafa de uísque. Vítima da própria mãe, ele desenvolveu percepções errôneas sobre a vida e sofria os danos causados por aquele amor tóxico.

“É como se estivesse morto, apesar de seus órgãos vitais ainda funcionarem. Você respira por aparelhos…”

Mas quando ele se apaixona por uma jovem misteriosa e se descobre ligado a ela por um emaranhado de segredos do passado, todos os seus sentimentos são colocados à prova.

“Aquela garota, cheia de energia, que injetava pequenas doses de vida em minhas veias, podia ser a minha única salvação, mas eu não poderia incumbi-la de algo tão árduo.”

E, apesar da química perfeita, ele não fazia ideia de como lutar e ser digno daquele amor.

Compre aqui

Fechei os olhos para sentir aquele toque suave e para que ela parasse de ler meus pensamentos dentre eles. Íris era alguém que eu não imaginava que existisse. Ela poderia me escravizar sem fazer qualquer esforço.

Quando li “Brilho Eterno” senti muita raiva de Marco e tudo de ruim que ele fez durante a história. Quando a Edna falou que ele seria o protagonista de seu próximo livro, senti bastante receio, pois o cara aprontou poucas e boas no livro anterior. Mas, Edna soube conduzir tudo tão bem que o medo que tive foi pelo ralo.

Aqui conhecemos um Marco bem diferente do que vimos em “Brilho Eterno”, um homem atormentado pela culpa, e arrependido de cada um de seus erros do passado. Mas, ele sabe muito bem que qualquer sentimento que tenha não será capaz de desfazer suas burradas, e pra isso está disposto a pagar o preço por cada um deles.

Apesar de tudo, Marco não deixa de lado seu comportamento ranzinza, o que rende boas risadas ao longo da história.

Em uma de suas saídas para afogar as mágoas, Marco conhece uma garota que tirará sua solitária vida dos trilhos, mudando e muito sua vida e o fazendo questionar ainda mais seu passado.

— Íris… Eu tinha que repetir seu nome, muitas vezes, pelo tempo que durasse. Era ela quem estava comigo, Não havia mais ninguém entre nós, nenhum reflexo do meu passado.

Essa garota é Íris Blue, que é totalmente o oposto de Marco. Ela exala alegria, e vive cada momento com muita emoção. Gostei muito da personalidade dela, pois alguém como Marco precisa encontrar uma pessoa assim, totalmente maluca e que mude sua vida do avesso.

Aos olhos de Marco ela não passa de uma louca, sem nem pensar que aos poucos ela irá dando uma nova direção em sua vida.

Quando Íris soubesse quem eu realmente era, sairia da minha vida para sempre. Já era loucura demais tentar mantê-la por perto, sob o risco de repetir os mesmos erros e feri-la com crueldade.

O maior problema de Marco continua sendo a forma em que sua mãe vive tentando interferir em sua vida. Sorte que agora ela já tem uma boa noção do quão fria ela pode ser, e não está nenhum pouquinho disposto a deixá-la tomar as rédeas de sua vida novamente e guiar seus passos.

Íris e Marco são tão diferentes, mas juntos se completam. Juntos eles vivem uma história cheia de altos e baixos, sendo muito romântica, divertida, sensual e dramática.

— Às vezes, a luz de seus olhos se apagam. Eles mudam de cor e posso ver a dor saltando de dentro de você, através deles.

Vocês conhecem aquela velha história que diz que quando tudo fica calmo demais é porque algo grave está para acontecer? Pois é isso que acontece quando tudo parece se estabilizar na vida deles, porque algumas revelações são feitas e Marco e Íris precisam confiar um no outro e serem fortes para que permaneçam juntos.

O livro é escrito em primeira pessoa, sob o ponto de vista do casal de protagonistas. Ache genial a forma em que Edna escreveu o epílogo, sendo de um jeito que não li em nenhum outro lugar ainda.

Íris era vida! Foi ela quem colocou ar em meus pulmões. Apenas ela foi capaz de entender a mão e me puxar do fundo do poço em que me encontrava.

Ao ler esta história, me pergunto: até onde podemos mudar por amor?

Aqui culpa e medo dão lugar a esperança.

Edna Nunes nos apresenta uma história que é delicada, romântica, dramática e divertida, com personagens capazes de nos fazerem viver e sentir cada uma de suas angústias e alegrias.

Já no início da leitura não tive dúvidas de que encontraria aqui um enredo arrebatador.

Como é sabido, somos reflexos de tudo que fazemos de bom ou ruim. Tudo volta. Cada um dá o que tem e recebe de volta, exatamente o que merece.

Anúncios

10 comentários em “[RESENHA] “Íris Blue: Sem Reflexos do Passado”, de Edna Nunes

  1. Ah, personagens ranzinzas sempre me ganham, ainda mais quando o seu par é uma pessoa alegre, então pelo visto Íris Blue é pra mim, tenho certeza de que vou amar conhecer a história do ranzinza Marco e da Íris… Bjos!

  2. Uouu que capa,adoreii esse olho 💓 Já adorei a Íris e sua personalidade 😻Parece ser um livro muitoo bomm ❣ Espero poder ler muito em breve pois ameiiii a resenha 💙🕊

  3. Oi,Renata!Tudo bem?
    Olha,eu nunca amei tanto um livro quanto esse. Íris Blue já me ganhou na sinopse e agora mais ainda com a sua resenha,amo livros em que existe um homem quebrado,incompreensivo e atormentado. E é claro uma mocinha que fará com que ele veja a vida de uma forma mais alegre e espontânea,mistura tudo isso com um pouco de humor que eu amooo de paixão,e realmente vai virar um livro maravilhoso.
    Eu quero e muuuuiitooo ler esse livro sem dúvida alguma!
    Abraços!

  4. Renata!
    Ninguém merece uma mãe querendo comandar a vida, ainda mais sendo um homem feito, affffe! Acho que por isso ele é tão mal humorado.
    Bom ele encontrar uma pessoa que tenta melhorar a vida dele, deve ser um lindo romance.
    A capa é belíssima!
    cheirinhos
    Rudy

  5. Adorei a premissa, pelo que vi são dois personagens bem diferentes com personalidades fortes mas que vão encontrar um meio termo para viverem esse amor. Não conhecia a história , fiquei bem curiosa e já vou colocar na lista. Sem dúvidas esse é um daqueles livros que você não tem vontade de largar até a ultima página

  6. Que botão que aperto pra atravessar a tela e te abraçar, sua linda? Você me dá gás para continuar. Amei sua resenha e só posso agradecer o carinho, apoio, por ter sido beta de minha história, por seguir sempre comigo. Muito obrigada! Divulgando tudo em 1, 2, 3… Beijos!! ❤ ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s