Resenha

[RESENHA] “Como num filme”, de Lauren Layne por Editora Paralela – @EditoraParalela

Boa noite!

Hoje vamos falar do prequel de “Em Pedaços”.

Aqui nós vamos ver arte, realidade e sentimentos se misturando numa história bastante divertida.

Confiram a resenha completa abaixo 😉

As regras são claras… até o momento em que são quebradas. Neste livro da série Recomeços, conheça a história de Ethan.

As únicas coisas que o mauricinho Ethan e a rebelde Stephanie têm em comum são o curso de cinema na Universidade de Nova York e o roteiro que precisam desenvolver juntos. Mas, quando a proposta de recriar clássicos de Hollywood se confunde com a realidade, eles acabam se tornando os protagonistas de uma história de amor digna de Oscar! 
Ela quer um quarto confortável em uma boa casa. Ele quer ficar longe de sua ex. Eles precisam de uma boa nota. Convencidos a ajudar um ao outro, os dois entram em um acordo: Stephanie será a namorada de mentirinha de Ethan enquanto ele a deixa morar em seu apartamento. Para isso, ela deverá fingir ser uma perfeita lady: discreta, arrumadinha e, claro, completamente apaixonada… igualzinha à personagem do filme que estão criando. 
Contudo, à medida que os dois se aproximam, Ethan se vê completamente apaixonado pela garota cheia de mistérios e contradições ao seu lado. Agora, ele vai ter que decidir: será que seus sentimentos são pela Stephanie de verdade? Ou apenas pela versão que ele criou?

Mas acho que esse é o ponto. O fato de que somos duzentos por cento errados um para o outro torna a coisa toda muito menos arriscada.

Ou pelo menos é o que fico repetindo para mim mesma.

Lauren Layne realmente chegou com tudo no Brasil! Em poucos meses, a Editora Paralela lançou três livros dela. Amo a escrita dela, e fiquei muito feliz que a editora não poupou tempo em lançar seus livros por aqui.

Este livro conta a história de antes dos acontecimentos de “Em Pedaços”, só que com outros protagonistas. Quem não leu o primeiro livro, pode ler este a vontade, que com certeza não haverá problema 😉

Aqui somos apresentados a Ethan (ex de Olívia de “Em Pedaços”) e Stephanie.

Stephanie é o tipo de garota que não liga para status ou aparência. Com seu visual gótico, parece querer manter todos à distância. A estudante de artes se matricula para o curso de cinema, um curso de férias da faculdade, pois não quer ter de viajar até a casa do pai e ter de conviver com sua madrasta.

Ethan acabou de passar por um rompimento doloroso e dramático, além de ter feito algumas descobertas nada legais. E pra aliviar a cabeça, este estudante de Administração se matricula no curso de férias da faculdade, o de cinema. Na verdade o que ele quer é não ter de trabalhar nesse período na empresa do pai e fugir da mãe, que insiste em querer que ele reate o namoro com Olívia.

Stephanie e Ethan não têm nada em comum, e é super engraçado as trocas de farpas entre eles. E pra piorar o humor de ambos, eles terão de criar o roteiro de um filme juntos para o curso.

Entre uma troca de farpa aqui e uma indireta ali, Ethan e Stephanie decidem criar o roteiro baseado na história do Pigmalião, e decidem ainda darem mais veracidade a história vivendo ela. Na verdade é uma espécie de trato que eles fazem, onde ela deverá se passar por namorada dele, e ele deixá-la ficar em seu apartamento, já que os dormitórios do campus estão em reforma.

O plano deveria ser simples. Em vez disso, parece mais complicado que qualquer relacionamento real em que já estive.

Stephanie passa por uma transformação, afinal família de Ethan iria desconfiar dele surgindo com uma namorada toda vestida de preto, diferente daquilo que se espera dele. Esta é uma das partes divertidas, em que Stephanie tem de trocar todo seu visual, mas a personalidade continua a mesma, e ela tenta disfarçar isso ao máximo quando está com os pais de Ethan. O legal é que há referências de outros filmes baseados no Pigmalião ao longo desse processo, entre eles “Uma linda mulher” e “Ela é demais“.

Bem, o que todos sabemos é que essa história de misturar ficção com realidade sempre acaba indo por outros caminhos, mas nossos protagonistas não parecem preocupados com isso, até o momento em que se descobrem um apaixonado pelo outro.

Mas não posso ficar bravo com ela por manter a cabeça no lugar. Fui eu quem confundi as coisas. Eu quebrei a regra de ouro nesta pequena farsa em que nos envolvemos: esqueci que é uma farsa.

Ao longo da história, vamos descobrindo que algo aconteceu com Stephanie, e por isso ela mudou completamente, e que seu humor ácido e o preto da cabeça aos pés, é uma forma de defesa.

Ethan tem tudo para ser um cara arrogante, mas ele não é nada disso. Mesmo tendo vivido em meio ao luxo, Ethan tenta fazer com que seu status social e conta bancária não dite quem ele realmente é.

Não pergunto o que vai acontecer quando o roteiro estiver pronto e ela tiver ido embora, porque tenho medo da resposta. Tenho medo de que o que estamos vivendo agora seja resultado da situação atípica em que nos colocamos, e que não vamos resistir a longo prazo.

O livro, apesar de não ser muito grande, consegue contar bem a história, nos mostrando a personalidade e sentimentos dos protagonistas, além de ter ótimos diálogos. E gente, achei ótima a química entre os Stephanie e Ethan!

Me vi presa a história, me diverti muito com Stephanie e Ethan. É incrível como a autora deu seu próprio toque à sua versão de Pigmalião, uma história que já tem várias versões por aí. Enfim uma história ótima!

Outra coisa, mesmo Lauren Layne tendo seu próprio estilo de escrita, tenho certeza que os fãs da Série Amores Improváveis irão gostar muito deste livro.

Não posso deixar de falar das capas dos livros da série, que estão lindas!

Agora, é só esperar pelo próximo livro, que espero que seja lançado o mais breve possível 😉

Como num filme

 

Participe do comentário premiado de novembro clicando aqui

Anúncios

4 comentários em “[RESENHA] “Como num filme”, de Lauren Layne por Editora Paralela – @EditoraParalela

  1. Adorei a premissa dele, adoro livros clichês, dão aquele quentinho no coração. Tirando que casais opostos acho muito divertido, dão uma grande química para o livro, igual ao meu filme favorito Dez coisas que Odeio em Você. Parece se bem fofo e divertido ❤️

  2. Li o outro livro é gosteiii demais💕 Esse livro já coloquei mãe minha lista, espero poder ler em breve pq parece muito legal e envolvente de ler ❣ Ameiiii a resenha 😘 Espero que a autora e a editora traga muitos livros 😻😻💝

  3. Oi, Renata!
    Ainda não li nada da Lauren Layne mas pretendo ler Mais que amigos e Em pedaços…
    Em relação a Como num filme, eu amo quando os protagonistas não possuem nada em comum e ficam trocando farpas, o que torna as cenas engraçadas, isso foi o que mais me chamou a atenção na história de Ethan e Stephanie e que me convenceu de que vou apreciar a leitura desse livro… Mas as referências de filmes baseados no Pigmalião são um toque a mais, eu amo Uma linda mulher e Ela é demais ❤
    Abraços, valeu pela dica!

  4. Oi Rê,
    Sabe aqueles clichês que a gente ama? É exatamente o que esse livro representa, e tô doida para ler a série. Só que quero começar pelo livro anterior, toc sabe? Kkk
    Sobre a história, achei divertida, a autora segue um padrão que não tem como dar errado. Um único pontinho que digo ser negativo, é que achei de Ethan meio machistas, em relação a mudança de Stephani, só aceito porque foi um acordo, rsrs.
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s