Resenha

[RESENHA] “O tipo certo de garota errada”, de A.C. Meyer por Galera Record – @acmeyerbooks @galerarecord

Boa tarde!

Estou aqui hoje pra falar de um livro cheio de fortes emoções.

A.C. Meyer nos apresenta uma história forte e sensível ao mesmo tempo, que me fez querer abraçar sua protagonista, Malu, em praticamente todo o livro.

Confiram abaixo a resenha do primeiro livro da Série As Garotas 😉

Divertida e cheia de referências musicais, a nova história de amor de A.C. Meyer é a companhia perfeita para quem está vivenciando os primeiros desafios da vida adulta. Escolher uma profissão, ajustar a relação com a família, sair da casa dos pais, faculdade, descobrir talentos pessoais, aprender a se relacionar. Ufa. o início da vida adulta não é nada fácil. Principalmente se você não é exatamente aquele tipo certo de garota. Aquele que frequenta todas as aulas da faculdade que o pai escolheu e sabe o que quer. O orgulho do papai e da mamãe. Aquele tipo de garota com o cabelo perfeito e hábitos saudáveis. Malu não é nada disso. Por outro lado, ela vive plenamente, como se cada dia fosse o último, e nada parece abalar sua coragem e determinação. Em meio a um problemático relacionamento com os pais, ela começa a faculdade de Direito a contragosto e lá conhece Rafael. Rafa está terminando o curso e os dois se tornam inseparáveis. Mas é só amizade. Até outro sentimento começar a falar mais alto. Com a atração se tornando incontrolável Malu e Rafa se permitem viver uma relação sem compromissos: livre, mas ao mesmo tempo intensa e apaixonada. Até que o destino os coloca diante de uma armadilha cruel. Pode o amor ser mais forte que o medo de amar?

 

Sou fã assumida e de carteirinha da A.C. Meyer, e não tenho vergonha nenhuma de admitir isso. Por isso, quando a autora apresentou este novo livro em uma live alguns meses atrás, fiquei louca pra ler ele 🙂 Fiquei encantada por essa capa divina e também pelo pouco que a autora falou da história.

Esta é a história com maior carga dramática da autora, com personagens quebradinhos (do jeitinho que gosto). Foi sensacional poder viajar pelas páginas deste livro.

Aqui nós conhecemos Malu, uma garota que por fora tenta transparecer a alegria através de seus cabelos coloridos, mas que por dentro é alguém em pedaços. Ela é assim porque sempre foi incompreendida pelos pais, e faltou muito amor da parte deles em sua vida.

Malu ama pintar, e vê na arte um refúgio, que ao encher suas telas de cor esquece um pouco sua vida tão escura. Só que seus pais são contra ela ser pintora, eles a obrigaram a cursar Direito.

Foi ali, no primeiro dia de aula da entediante faculdade de direito, que conheci o homem que roubou o coração que eu nem sabia que tinha.

Desde seu primeiro dia na faculdade de Direito, Malu cria uma grande amizade com Rafa. A conexão entre eles é muito forte, e com o tempo a amizade deles vira um “algo mais”. E aí temos mais um problemão: Malu não acredita em amor, afinal aqueles que eram para amá-la incondicionalmente só destilam ódio e desprezo; já Rafa não quer saber de compromisso sério.

Quando Malu decide finalmente se libertar das amarras de sua família, é Rafa quem a ajuda, a ajuda inclusive a descobrir que sua tão bela arte pode ser a independência dela.

Mais do que desejo, Malu despertava uma ternura em mim que mais ninguém despertava. Dentro daquela mulher forte e vibrante, se escondia uma garotinha que raramente se permitia aparecer.

No caminho de nossa menina quebrada, ainda surge Clara, uma jovem viúva que tenta superar a perda do marido ao lado do filho, o pequeno Bruninho. Clara acaba se tornando mais que uma amiga para Malu, sempre pronta para ajudá-la no que for preciso.

Há também Gabriel [acrescente milhões de suspiros aqui]. Ele se torna um grande amigo de Malu, além de nutrir uma grande paixão por ela. Ele ainda se mostra um cara de caráter e de um coração imenso ao longo da história.

Sobre Rafa, vou dizer que tiveram momentos em que quis abraçá-lo, e em outras encher de tapas. Ele simplesmente não conseguia enxergar o que tava diante do nariz dele, ou melhor, não queria ver. Rafa é aquele tipo de personagem birrento, que vive querendo sabotar a própria felicidade.

O que eu sentia por ele era muito estranho. A necessidade que ele despertava em mim era incontrolável. Não sabia explicar o que era exatamente. Mas com certeza era mais que amizade.

Malu é uma personagem que traz tanta dor, mas ela procura não transparecer isso para as outras pessoas. Ela é uma menina carente de afeto, mas que por sorte vai conhecendo pessoas que ajudam a suprir um pouco dessa carência. Malu é uma guerreira, ela luta mesmo com o coração sangrando, sempre colocando a felicidade dos outros acima da sua.

O livro é escrito em primeira pessoa, sendo narrado por Malu e Rafa. E gente, pelos meus cálculos já li tudo que a A.C. Meyer lançou, mas este foi o primeiro livro que senti vontade de esganar ela. Se bem que pelo menos ela avisou pra eu ler este livro com uma caixa de lenços 😦

Não tenho palavras pra dizer tudo que senti com essa história. A.C. Meyer me fez viver numa montanha russa, me fez sentir cada um dos sentimentos  vividos por Malu. Em alguns momentos me senti como se estivesse sentada na chaise na varanda, vendo essa garota tão quebrada, mas com um coração enorme, tentando entender tudo que a vida vinha lhe aprontando.

A.C. Meyer que é conhecida por escrever comédias românticas fofas, vem com uma história dramática, emocional, e cheia de lições de vida.

Foi um prazer conhecer Malu, e não vejo a hora de conhecer a segunda garota da Série As Garotas.

A vida tem um jeito engraçado de colocar as coisas no lugar.

 

Participe do comentário premiado de julho clicando aqui

Anúncios

5 comentários em “[RESENHA] “O tipo certo de garota errada”, de A.C. Meyer por Galera Record – @acmeyerbooks @galerarecord

  1. Oi Rê,
    Também adoro a autora, mas ao contrário de você, nos dois livros que li da série After quiz esganá-la kkkk
    Imagino que a protagonista sofra muito com a família, é um possível ler e não sentir o que ela sente, gostei dela, parece que apesar de tudo ela só mostra forte. Rafa é tipo mocinho que amamos muito e odiamos também, dá um vontade de dar uma sacudida nele não dá? RS
    Gostei de como a Meyer trabalhou “amizade” nesse enredo, sempre vejo que ela se preocupa com isso, e aqui ficou nítido também!
    Eu adorei a resenha, o livro, a capa!!!
    Beijos

  2. Renata!
    Bom ver que a autora trouxe uma história mais dramática e sentimental.
    Malu parece bem espivitada e eclética, já gostei dela.
    E que bom que o livro traz ensinamentos e mais profundo do que aparenta ser…
    “A consciência é o melhor livro de moral e o que menos se consulta.” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO – 5 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

  3. Já tinha visto esse livro mais nunca parei para realmente ler alguma resenha dele 😅. Fiquei muito curiosa para saber mais desse livro, parece realmente muito bom e cheio de muitas emoções 😍💗,gosto muito de livros assim desse estilo 😻.Quando eu puder vai ser o primeiro livro que eu vou comprar 😊. A resenha ficou realmente muito boa 👏😍😘💜

  4. Esse livro tem uma capa arrasadora mesmo Rê e gostei muito da resenha, acho que já li umas 3 histórias dessa autora e todas tinham a pegada leve e divertida que você falou, ter essa mudança na essência da história me faz ficar bem curiosa pra ver como ela se saiu nos entregando uma história mais dramática. E pelo que li na resenha, vou gostar sim 😉

  5. Renata que linda resenha, amei!
    Segunda resenha que leio do livro e que só me faz dicar ainda mais com vontade de conhecer. um enredo que parece trazer bastante emoção ao leitor, eu curto mto leituras assim…
    Vou reservar caixinhas de lenços pra qdo eu conseguir ler.
    Bjs!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s