Resenha

[RESENHA] “Senhorita Aurora”, de Babi A. Sette por Verus Editora – @Verus_Editora @BabiASette

Boa tarde!!!

Muita emoção nessa história.

Este é aquele tipo de livro que não toca só nosso coração, toca também nossa alma.

“Senhorita Aurora” nos traz uma obstinada bailarina e um obscuro maestro, em uma linda história de amor e de vida.

Confiram a resenha completa abaixo.

Uma história romântica e encantadora, com toques de humor e carregada de emoção, da mesma autora de Não me esqueças. Nicole é uma jovem bailarina e está prestes a realizar seu sonho: estrear no papel principal em uma peça na Companhia de Ballet de Londres. Tudo estaria perfeito se não fosse por um dos seus diretores, o temido Daniel Hunter, um maestro prodígio de temperamento difícil, que desperta em Nicole sentimentos contraditórios. Quando uma tempestade de neve isola os dois em uma mansão centenária, Nicole e Daniel serão obrigados a encarar não apenas os segredos que atormentam o maestro, mas também uma paixão proibida — e avassaladora — que nasce entre eles. Entre a tão sonhada carreira na dança, um amor intenso como ela nunca sentiu e a própria segurança, Nicole se verá diante de escolhas que parecem impossíveis. E caberá a ela resgatar Daniel de seu próprio passado. Senhorita Aurora é um romance poderoso, tocante e perturbador, que mostra que todos merecem uma segunda chance.

Em seu primeiro lançamento em e-book em 2016, não sei o que me deu na época que acabei não lendo “Senhorita Aurora”, só sei que tive de esperar cerca de um ano e meio para conhecer a história da bailarina e seu maestro.

Nicole, nossa protagonista, é uma bailarina que além de talentosa é muito esforçada. O balé é parte dela, como um membro de seu corpo, é sua alma, sua emoção e seu amor. Ela sempre contou com o apoio da mãe, que nunca mediu esforços para que a filha pudesse se tornar uma grande bailarina.

O balé era minha vida, meu mundo, tudo. Treinar o máximo possível, dar tudo ao balé. Mas nunca era o bastante. Nunca era o suficiente; mais horas de treino, mais perfeição. Nunca errar, não era permitido errar. Sempre foi assim e sempre seria.

Nicole vê que todos seus esforços e de sua mãe valeram a pena quando se torna a primeira bailarina do corpo de balé profissional da Companhia de Ballet de Londres. As incontáveis horas de treino, cada machucado acabaram por valer a pena para que ela realizasse seu grande sonho.

A vida de nossa bailarina vira do avesso com a chegada de Daniel Hunter, um maestro prodígio, que irá reger a orquestra na apresentação da companhia em “A Bela Adormecida”, onde Nicole será Aurora.

Daniel é um homem um tanto sombrio, além de muito arrogante, que ao participar dos ensaios do balé, não cansa de chamar a atenção de todos e ainda referindo-se a eles pelo nome de seus personagens.

Nicole se sente cada vez mais intrigada e atraída por Daniel, e ele ao mesmo tempo em que quer tê-la por perto, parece querer se manter afastado.

A conturbada relação entre Nicole e Daniel muda quando eles são obrigados a conviverem juntos por um tempo durante uma nevasca, e é quando Daniel começa a deixar seus muros ruírem, mostrando que Nicole pode tirá-lo de sua escuridão.

Tudo em mim se encaixava nele de maneira perfeita, como se fôssemos peças soltas e sem sentido até nos encontrarmos. Era tão maravilhoso que eu queria ficar assim para todo o sempre, amém.

O casal acaba vivendo um namoro cheio de altos e baixos, graças as variações de humor dele. Mas Nicole se mostra persistente e disposta a não desistir dos dois.

O livro é praticamente todo narrado por Nicole, e ali pude notar toda a força que a personagem teve desde criança.

Gostei muito da história, de como se desenvolveu o romance entre os protagonistas, a forma em que conseguiram vencer cada obstáculo. Nicole, que era tão delicada no balé, se mostrou dona de uma personalidade e de uma força invejável. Já Daniel, seu jeito obscuro vai ficando de lado, deixando vir a tona um homem gentil, protetor e apaixonado.

Toda música tem pausas, mas os beijos dele não tinham, eram ainda mais intensos que a música.

O tema do espetáculo podia ser “A Bela Adormecida”, mas notei muita semelhança na história de Nicole e Daniel com “A Bela & A Fera”.

Este livro aborda um tema que ainda é um tabu para a sociedade, e vai contra qualquer preconceito, o que mostra o quanto a autora pesquisou sobre o assunto, para que tudo se mostrasse o mais real possível ao ter este tema abordado na história.

Uma história sensível e delicada, que mostra toda a pureza e força do amor. Um romance daqueles inesquecíveis, que traz lindas mensagens e ensinamentos.

“Senhorita Aurora” é uma história capaz de despertar vários sentimentos. Ri, chorei, senti raiva e me apaixonei ao longo destas página.

Não há como não se emocionar com a história da delicada e perseverante bailarina e de seu maestro.

 

Participe do comentário premiado de junho clicando aqui

 

Anúncios

4 comentários em “[RESENHA] “Senhorita Aurora”, de Babi A. Sette por Verus Editora – @Verus_Editora @BabiASette

  1. Olá Renata!
    É segunda resenha que leio do livro, não conheço a escrita da autora, mas pelo que li, agradou alguns leitores, a história parece ser linda, vou add nos meus desejados…
    Adorei essa capa!
    Bjs!

  2. Renata!
    Tive oportunidade de ler A Promessa da Rosa da mesma autora e é maravilhoso, porém é um romance de época.
    Aqui o romance é contemporâneo, o que já muda um pouco, mas em sendo romance e com tantos problemas no passado de Daniel, fiquei muito interessada em poder ler.
    Deve ser mais um daqueles livros maravilhosos!
    E se traz tantos sentimentos controversos, deve ser fabuloso.
    A Babi não decepciona.
    “Nunca sei se quero descansar porque estou realmente cansada, ou se quero descansar para desistir. “ (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JUNHO – 5 GANHADORES
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

  3. Oi Renata, eu esperei físico dessa história pra ter na estante porque achei essa capa linda ❤ A história também é muito boa, mesmo não tendo alcançado tudo o que eu esperava, mas isso sempre acontece comigo quando vou cheia de expectativas. Contudo, amei a resenha e fico feliz que a história tenha funcionado tanto contigo.

    P.S: Achei surpreendente o segredo de Daniel, não esperava por aquilo 😉

    1. Boa noite!
      Gostei muito da forma em que a Babi retratou a Nicole, porque normalmente em livros com bailarinas não fala de todos os sacrifícios delas, dos pés machucados e sangrando… Sem falar na delicadeza em que ela tratou do segredo do Daniel.
      Bj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s