Parceria · Resenha

[RESENHA] “A Nossa História”, de Lilly Belmount por Editora Coerência – @edcoerencia

Boa tarde!!!

Literatura nacional na área.

Aqui somos apresentados a uma história sensível, com uma protagonista que vê na arte uma fuga de sua vida nada fácil.

E, entre todos os problemas e obstáculos, nossa protagonista encontra o amor.

Confiram a resenha completa abaixo.

Para você, o que significa redescobrir o amor e a confiança no próximo? Para Amy, aluna da escola de artes cênicas, isso era algo bastante difícil, principalmente depois de tudo que ela passou, mas ao entrar na nova escola a garota acabou descobrindo que aquele lugar era muito mais que apenas um meio para se alcançar a fama, e que ali ela descobrirá novas razões para amar, se aventurar e no fim perceberá que sua vida pode ser muito mais que um belo espetáculo teatral.

Amazon

Algumas coisas não são engraçadas, principalmente quando o sentimento está ligado a arte.

Hoje vamos falar de um livro nacional carregado de emoção, que me fez transbordar de todos os sentimentos durante a leitura.

Aqui nós somos apresentados a Amy, uma dedicada bailarina, que transmite toda sua emoção através da arte, e todos que a vem apostam num grande futuro para ela.

Mas, fora da escola de artes, Amy é uma garota que passa pelas piores situações, e sua tristeza é visível quando está fora da sala de aula e das apresentações. Há um segredo que ela guarda, mas que aos poucos vamos descobrindo. Sua professora, Margareth, que é super fofa com ela, além de confiar em seu talento, acaba sendo uma pessoa que está sempre disposta a ajudá-la.

A protagonista passa por muitas coisas fora da escola de artes, coisas que a fazem não querer sair mais de lá.

Com a inteligência que ela possuía poderia ir mais longe do que imaginava, pois o céu ainda era pouco pata os seus limites.

Em meio a tantos problemas em sua vida pessoal, Amy conhece Marcus, seu novo colega, que aos poucos vai ganhando a sua confiança e seu amor. Ele acaba se tornando uma das poucas coisas boas na vida de Amy.

Nossa linda bailarina, ainda lembra de vários momentos felizes de sua infância ao lado do pai, alguém que ela ama muito. Mas, no presente há sua mãe, que parece não se importar com a felicidade da filha, sendo contra seu término com seu ex-namorado.

Marcus é um fofo, é aquele estilo de personagem príncipe encantado, que sempre aparece ou liga nos momentos em que Amy mais precisa, e está sempre disposto a ajudá-la, nem que seja apenas para ela desabafar sobre parte de seus problemas.

Eu não teria coragem de desistir. Meu sonho é a única coisa da qual eu não consigo e não posso abrir mão.

Amy é uma personagem inspiradora, que mesmo com todos os problemas e adversidades, procura ter forças para lutar, para ir em busca daquilo que acredita.

Além de Marcus e Margareth, Amy pode contar com Demétria, sua amiga e colega. Mas, também há alguém que a perturba, que no caso é seu ex-namorado Donnie, que faz de tudo para reatarem.

Marcus já havia percebido que seu sentimento pela bailarina estava cada dia mais forte, mas não queria assustá-la, esperaria o tempo necessário para conquistá-la.

O livro é escrito em terceira pessoa, e a autora consegue nos fazer sentir tudo aquilo que os personagens vivem, além de nos fazer amar Amy e odiar muitos personagens.

A capa deste livro está muito linda, desde a composição de imagens, as fontes usadas para o título. O trabalho está todo de ótima qualidade.

O que posso falar sobre essa história é que ela me fez rir, chorar, sentir desespero e raiva, e me deixou encantada e apaixonada por esta protagonista que busca forças em suas fraquezas.

Participe do “Comentário Premiado” de maio clicando aqui

Anúncios

3 comentários em “[RESENHA] “A Nossa História”, de Lilly Belmount por Editora Coerência – @edcoerencia

  1. Olá Renata!
    Que capa linda viu, tbm amei, é a primeira resenha que leio sobre esse livro, já tinha visto eles nas redes sociais mas não sabia nd sobre ele, coisa linda, já qro!
    Vai para os meus desejados!
    Bjs!

  2. Oi Renata!
    Gosto demais de histórias que nos fazem sentir várias emoções com a leitura.
    E mesmo Amy tendo seus problemas pessoais, acredito que sua arte e o amor conseguiram fazê-la superar tudo.
    Amei!
    “Eu gosto de escutar. Eu aprendi muito escutando cuidadosamente. A maioria das pessoas nunca escuta. “(Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO – 4 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s