Resenha

[RESENHA] “O Chefão”, de Vi Keeland por Editora Planeta – @ViKeeland @PlanetaLivrosBR

Boa tarde!!!

Hoje vou falar do livro de uma autora que dispensa apresentações.

Vi Keeland nos traz uma história divertida, dramática e romântica. Um livro que já começa divertindo e prendendo na primeira página.

Confiram a resenha completa logo abaixo.

Um romance sexy de um dos grandes nomes da literatura erótica mundial. Na primeira vez que vi Chase Parker não causei exatamente uma boa impressão. Eu estava escondida no banheiro de um restaurante, mandando mensagem de áudio para minha melhor amiga me salvar de um encontro horrível. Ele ouviu, disse que eu era uma canalha e começou a me oferecer conselhos não solicitados de namoro. Eu disse a ele que cuidasse de sua própria vida e voltei para meu encontro miserável. Ao passar pela minha mesa ele sorriu e eu assisti seu traseiro sexy e arrogante voltar para seu jantar. Não pude evitar trocar olhares com o idiota condescendente do outro lado do restaurante. Quando o deslumbrante desconhecido e sua acompanhante apareceram de repente em nossa mesa, pensei que ele iria me denunciar. Mas, ao invés disso, ele fingiu que nos conhecíamos e se juntou a nós – contando histórias elaboradas e embaraçosas sobre nossa suposta infância. E, sem que eu me desse conta, meu encontro tedioso se tornou extremamente excitante. Depois que nos separamos, não consegui parar de pensar naquele estranho que jamais veria novamente. Afinal, quais eram as chances de encontrá-lo de novo em uma cidade com oito milhões de pessoas?

E lá estava de novo. Essa conexão invisível que senti por ele desde que nos conhecemos. Não entendia, não conseguia explicar nem ver, mas havia esse vínculo.

Uma história que me levou dos risos as lágrimas, mas o que prevaleceu foi a sensação de uma leitura maravilhosa.

Aqui vamos conhecer a história de Reese Chase.

Imagina você estar num encontro com um cara que não para de falar da mãe. Isso mesmo: ele não para de falar da mãe! Não deu outra e Reese não via a hora de se livrar dele, e foi ligar para uma amiga tirá-la desse desastre. Mas, no meio disso surge um cara que ouve a ligação e a chama de esnobe. Esse cara é Chase, e logo após sua conversa com Reese no corredor do restaurante, se senta do nada em sua mesa com sua acompanhante, fingindo conhecê-la há muito tempo, inventando histórias hilárias sobre o passado deles.

Após esse encontro no restaurante, Reese não consegue esquecer Chase. Até que eles se vêm novamente, e surge a oportunidade dela trabalhar na empresa dele.

Reese trabalha com marketing, e está saindo do atual emprego devido a um “probleminha com seu chefe”. Por esse motivo, ela promete não misturar mais trabalho com vida pessoal. Além do problema em seu antigo trabalho, Reese também passou por algo que marcou muito sua vida e de sua família na infância, que fez com que ela ficasse com toc.

Quem vê Chase, rico e lindo, além de divertido, não imagina a dor que carrega. Seu passado vai sendo contado aos poucos em capítulos que ele narra sua história a sete anos atrás.

Ele é inteligente, arrogante, difícil, mas suave ao mesmo tempo. Isso faz sentido?

Mas vamos para um problemão: Reese não quer repetir seus erros, mas como ela vai resistir a beleza, charme e insistência de seu novo chefe? Chefe esse que faz de tudo pra deixar bem claro tudo que quer fazer com ela.

O livro é escrito em primeira pessoa, com Reese e Chase nos contando suas aventuras.

Gostei muito da história, e acho que não precisa nem falar o porquê né, afinal Vi Keeland sempre garante uma boa história.

Uma coisa que notei aqui é que a autora gosta de um bichinho se estimação exótico, pois depois do fofo do Carré em “Cretino abusado” (que ela escreveu com Penelope Ward), aqui vamos conhecer Tallulah.

Os diálogos são divertidos, e as cenas hots muito bem escritas. Além disso, a autora nos traz protagonistas que foram quebrados de alguma forma, e que se culpam por coisas que aconteceram em seus passados, mas que tentam seguir adiante.

E o que falar desta capa? Imagino o Chase todo lindão exatamente assim como nesta foto. A Editora Planeta está de parabéns pela escolha de capa.

Este livro traz a mensagem de que não devemos nos culpar por coisas que não estava em nossas mãos decidir, que não tínhamos poder de escolha, que fatalidades acontecem. Além de que só podemos ser felizes e seguirmos em frente quando o passado fica exatamente lá atrás.

Mais um livro favoritado 🙂

Participe do “Comentário Premiado” de abril clicando aqui

Anúncios

10 comentários em “[RESENHA] “O Chefão”, de Vi Keeland por Editora Planeta – @ViKeeland @PlanetaLivrosBR

  1. Oi Renata.
    Me surpreendi com o livro, quando olhei a capa esperava algo mais cinquenta tons, rsrs, não dá para dizer como amei o fato da protagonista se destacar como uma mulher decidida (ou não com o chefe ao lado!!). Confesso que achei hilária a situação do restaurante, e só isso já me faz desejar a leitura, quero muito ler os livros da autora.
    Ps: vi muita gente falando que a capa original é bem mais bonita que essa, não concordo com isso, mas ela representa melhor a história.
    Bjs

    1. Boa tarde!
      A verdade é que esta capa faz com que a primeira coisa que venha a cabeça seja o Grey mesmo hahaha E tem mais: Chase é CEO, mas é um CEO completamente diferente daqueles que estamos cansadas de ler por aí, porque em muitos momentos ele parece mais colega de seus funcionários do que chefe.
      Bj

  2. Oii Renata!
    Eu tô de olho nos liros da autora há um tempinho, curto mto o gênero como já disse por aqui no blog, qro mto conhecer este tbm, o tema, a capa e o enredo me prenderam a atenção totalmente, adoro qdo os livros nos deixam uma mensagem para vida.
    Bjs!

    1. Boa tarde!!
      Esse livro é ótimo 🙂
      Adorei a forma em que tudo foi conduzido, e que mesmo com a carga dramática envolvendo Chase ela soube colocar humor.
      Bj

  3. Se eu já tava super a fim de ler esse livro antes, agora depois dessa resenha estou louca de vontade de ler 😀 😀
    A trama parece ser ótima, divertida e com um toque de drama que já me atraiu e eu também curti a capa 😉
    Ótima resenha Rê…

  4. Não sei se cheguei a comentar antes, mas não sou chegada em romances eróticos. Tenho um livro dessa autora aqui em casa, mas nunca tive coragem de ler. No entanto, ao saber dos diálogos divertidos, fiquei interessada. Ultimamente to mesmo precisando de rir.

    1. Boa tarde!!!
      Não há muitas cenas eróticas no livro, e as poucas que tem são bem escritas 😉
      A autora soube trabalhar muito bem a história dos personagens.
      Espero que curta a leitura.
      Bj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s