Resenha

[RESENHA] “Os olhos de Hazel (Série Lendas do Amor – Livro 2)”, de Nana Valenttine

Boa tarde!!!

Um romance de época carregado de emoção.

Mais uma autora que foi uma grata surpresa para mim em 2017, que traz romances de época com histórias surpreendentes e apaixonantes.

Hoje vamos falar sobre o segundo livro da Série Lendas do Amor, onde temos uma mocinha que é um furacão.

Um coração partido. Um lorde que leva na ponta do pincel um fardo doloroso que assombra sua vida. Um artista que pinta com a alma, eternizando em cada tela toda a dor que jamais poderá ser expressa em palavras e, uma jovem Lady, capaz de guiá-lo pelo caminho que leva a redenção de seus pecados.
Edward Fairfax é um libertino inveterado de coração selado e sentimentos velados. O maior objetivo de sua vida é não deixar o amor penetrar a barreira erguida em seu coração, pois, o medo de uma perda é insuportável ao ponto de negar-se sentir, mesmo que sentir esteja diretamente ligado à alma de Ed, um artista sensível e um amante dedicado.
Lady Hazel é a típica joia inglesa. Irmã de um Duque e noiva de um Conde, ela sempre tentou fazer o que era esperado de alguém em sua posição, porém, a alma da jovem é dotada de um amplo instinto de liberdade e sentimentos, tornando quase impossível para ela, agir como uma donzela de riso afetado e desprovida de opinião própria.
Quando seu noivo, Henry, começa a titubear em relação aos próprios sentimentos, Hazel sente-se perdida e aos poucos, um abismo de dúvidas surge no coração da lady, o que a leva a buscar novas experiências e consolo com Edward, alguém cujo o afeto e sentimentos nunca foram duvidosos, mesmo que ele insista em dizer que a conhece desde pequena e que ela sempre seria apenas sua pequena Hazel. 
Era um plano simples. Ensiná-la e consolá-la. 
No entanto, a jovem demonstra um espírito tão apaixonado que é praticamente impossível para Ed resistir ao demônio de saias.
Hazel era perigosa. Fazia com ele o que nenhuma outra era capaz. 
Fazia-o sentir.
O que será do coração da Lady perfeita e do Lorde libertino? Quais as consequências deste sentimento na vida de ambos? Até quando se pode sufocar o amor?

Os olhos de Hazel tinham um novo brilho. O tipo de brilho que chega quando uma menina se torna mulher. Ela era uma bela mulher e uma amante incomparável.

Algumas semanas atrás postei a resenha do primeiro livro da Série Lendas do Amor, e a escrita da Nana Valenttine me conquistou tanto que o segundo livro da série furou minha fila de livros pra ler, e o motivo pra fazer isso ficou ainda maior depois dela lançar um conto que é um spin-off  deste livro (o conto também furou a fila, mas vou falar dele em outro momento).

Aqui nós conhecemos a história de Hazel, Edward e Henry. O que em um primeiro momento parece ser um triângulo amoroso, mas está longe disso.

Hazel é a irmã mais nova do Duque Blanchard. Ela é uma jovem a frente de seu tempo, que não está nem aí para os costumes da época. Ela sempre se sentiu atraída por Edward, melhor amigo de seu irmão, e ela só se dá conta de quão forte são seus sentimento logo agora que está noiva de Henry. Ela é uma verdadeira the monia, o furacão em pessoa.

Edward é um libertino, um homem que procura jamais entregar seu coração. Ele expõe toda sua sensibilidade em suas pinturas. Mas o que poucos sabem é de um fato doloroso de seu passado, fato este que o impede de se apaixonar novamente.

Henry, é um conde, e se mostra um noivo carinhoso e atencioso para Hazel. Mas ele também guarda algo doloroso de seu passado.

Enquanto eu viver, cada batida do meu coração será dedicada a você.

Mesmo gostando igualmente de Edward e Henry, minha escolha já estava definida no início do livro, e o motivo vou ter que ser malvada para não contar 😉

Estava bastante ansiosa por este livro, porque Hazel roubou a cena em “O beijo da lua” (resenha aqui).

O livro mistura presente e passado de Hazel, Edward e Henry. Há também as cartas que Hazel troca com Ed durante os anos em que morou longe de Londres.

Escrito em terceira pessoa, Nana nos dá uma grande visão sobre os personagens e acontecimentos. Tem algo na escrita da Nana, porque ela escreve diferente de outras autoras de romance de época que já li. Ela escreve de um jeito que não sei explicar, só sei que estou amando os livros dela 🙂

Este livro até pode ser lido antes do anterior, mas aconselho a seguirem a ordem, pois assim irão entender melhor algumas situações citadas aqui.

Seu passado faz de você o que é no futuro. Se vai suportar, depende apenas de você.

E gente! Não posso deixar de falar de um capítulo extra no final! E este capítulo já está me deixando em cólicas pelo livro da personagem que o protagoniza. Quero esse livro já Nana. Te vira hahaha

Ele era um homem assombrado por seus demônios, mas ela chutou cada um deles, afinal quem melhor que o próprio demônio para fazer tal coisa?

Hazel, Edward, Henry e outros personagens roubaram meu coração aqui. Há mais de uma história de amor contada aqui, ainda há histórias de perdão e segundas chances. Um livro que mexe demais com nossos sentimentos, que nos leva a viajar pelo século 19.

E este livro já se tornou um dos meus queridinhos da vida, além da Nana estar entre minhas autoras favoritas.

Participe do “Comentário Premiado de Janeiro” clicando aqui 

 

 

 

 

Anúncios

11 comentários em “[RESENHA] “Os olhos de Hazel (Série Lendas do Amor – Livro 2)”, de Nana Valenttine

  1. Tô na altura mas nunca cheguei a ler nenhum livro dela mas como eu amo romances de época acho que eu vou me arriscar na leitura gosta daqueles romances de época que prendem o leitor do começo ao fim e que tem aquela personagem muito forte que faz nossos corações baterem mais rápido

  2. Oi Renata!
    Sério que não é um triângulo amoroso? Porque eu jurava que seria, e provavelmente lendo iria ficar bem confusa sobre qual dois dois escolher, já que você citou que o Henry também é um amor, rs.
    Edward me lembrou um pouquinho o protagonista de “O príncipe dos canalhas” talvez pela palavra “libertino” e por ter algo que não o deixa se apaixonar, acabei comparando os dois. Amo romances de época, e assim que terminei de ler a resenha já estava encantada com esse, ainda não conheço o primeiro livro, mas pretendo ler também!
    Beijos

    1. Boa tarde!!!
      Também axei que seria um triângulo, mas logo no início jpa vi que não seria. A Nana criou uma trama daquelassss
      Espero que leia e curta a leitura 🙂
      Bj

  3. Renata!
    Gostei de duas coisasa a priori: primeiro que não é um triângulo amoro e a outra é que tem passado e presente, adoro quando a autora usa esse artifício no livro.
    Li a resenha do anterior e gostei, assim como gostei dessa, aguardo o spinn-off…
    Desejo Um ótimo final de semana e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Chega de velhas desculpas e velhas atitudes! Que o ano novo traga vida nova, como o rio que sai lavando e levando tudo por onde passa.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    1. Boa tarde!!!
      Vou te contar um segredo: já li o spin-off 🙂
      Estou amando esta série e super recomendo ela 🙂
      Bj

  4. Infelizmente ainda não conhecia este livro, e nem o trabalho da autora talvez seja pela fato de não curti muito romance de época e ser poucos os livros que me despertam interesse de leitura. Mas fiquei feliz em saber que esta foi uma leitura muito agradável, e um de seus queridinhos, e que a personagem e a frente do seu tempo, um grande ponto positivo. Ainda não decidi se vou ler ou não a obra, quem sabe futuramente.

    1. Boa tarde!!!
      Vou te confessar que até um tempo atrás não curtia muito romances de época e nem livros escritos em terceira pessoa, mas acabei aprendendo a gostar. Acho que na verdade não havia lido o livro certo ainda 😉
      Bj

  5. Oi Renata!
    Amei a resenha, eu li uma resenha do vol 1 tbm e estou bastante curiosa pra conhecer os enredos que me parecem excelentes, ainda mais pq amo o gênero…As capas estão lindas!
    Bjs!

    1. Boa tarde!!!
      Ownnn obrigada!!!
      Adoro esta série! Como eu disse, a Nan escreve de um jeito diferente e amei!
      Espero que leia esta série e curta ela também 🙂
      Bj

  6. Que bom que não é o que parece, um triângulo rsrs, não sou fã 😀
    Eu curti a resenha, ainda não tentei voltar a ler o primeiro mas 2018 tá ai pra eu dar uma segunda chance a história e depois partir pra essa, pois gosto de ler na sequência e só quando não tem jeito mesmo e contrariada eu leio fora de ordem 😀 😀 Henry e Edward parecem ser ambos apaixonantes com esses passados dolorosos que já nos enlaçam pelo coração e Nana acerta em cheio nas capas, achei a primeira muito bonita, essa segunda também e a capa do Spin-off que vi rolando por ai belíssima 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s