Parceria · Resenha

[RESENHA] “Momento Certo”, de Giulliana Fischer Fatigatti

Boa tarde!!!

Em “Momento certo” acompanhamos Manu em uma nova jornada, onde junto a ela aprendemos quando é o momento certo.

Somos apresentados a mais uma emocionante história, em que descobrimos que pra ser feliz não existe momento certo ou errado.

Às vezes, seguir em frente não é uma alternativa. É uma obrigação.
Após perder Leonel, o amor da sua vida, Manuela sente a necessidade de mudar algo em sua vida, como se estivesse calçando um sapato que não lhe serve mais, então, decide seguir um dos sonhos do seu amado: cair no mundo com uma mochila nas cotas. E é seguindo os passos dele – e por que não, com a ajuda dele – que ela conhece Daniel, um cara com um passado doloroso e uma filosofia de vida diferente, que vai ensiná-la que o momento certo, sempre é o agora.
Uma história onde o passado caminha ao lado do presente, onde as lembranças dos momentos vividos, levam Manuela a viver novos momentos.
Uma história de recomeços. De perdão, de lembranças. De amor.
Porque todo momento é o certo.

Compre na Amazon clicando aqui

Ela parece encarar o infinito como se estivesse encarando a própria vida.

A vida é feita de momentos, momentos bons e momentos ruins. Não conseguimos definir o momento certo ou errado , muitas vezes só o classificamos após os termos vivido. Mas a pergunta que sempre fica é: existe um momento certo ou errado? Mas, o mais importante é podermos vivê-los e acima de tudo buscarmos nossa felicidade.

Em “Momento errado” (resenha aqui) conhecemos a história de Manuela, que foi a pessoa certa no momento errado na vida de Leonel. Somente no final do livro anterior é que entendemos o que Leonel queria dizer com isso, além de entendermos muitas de suas atitudes.

Neste livro, Manuela está tentando aceitar que deve seguir sua vida sem seu Leo, e por isso parte em uma viagem pelo mundo, seguindo as dicas e pedidos de Leo. A presença dele ainda é muito forte na  vida dela, e ela tenta de todas as formas não sofrer com sua ausência.

Nesta viagem Manu conhece Daniel, um fotógrafo que está em uma solitária viagem de férias para revisitar lugares que ele já havia ido a trabalho.

Algo que gostei em Daniel é que ele desafia Manu, ele a faz falar o que pensa, não deixando ela guardar tudo para si. Ele parece ser o oposto de Leo, pois mesmo sabendo que ele e Manu se conheceram em uma aventura conhecendo outros países, ele segue sua atração por ela. Só que Daniel também está ferido, e precisa ser mais forte a cada dia para não cair em um abismo novamente.

Eu tenho muito de Manu, pois também tenho vergonha e medo de muitas vezes expôr meus sentimentos, e isso é algo que faz parte da nossa personalidade, o que torna muito difícil de conseguir mudar. Por isso, entendi Manu a cada vez que ela guardava tudo dentro de si, mesmo vendo o quanto que errou por ser assim em seu relacionamento com Leo. Mas foi bom também ver ela aos poucos ir tentando fazer diferente com Daniel, vê-la perdendo sua timidez e seus medos.

Dessa vez a autora não dá só a visão de Manu durante a história, e por isso me senti bastante conectada com Daniel. Os personagens secundários ganham destaque também, já me fazendo desejar um spin-off 😉

Há cenários lindos por onde os personagens passam, e já vou avisando que essa história é cheia de reviravoltas.

Perder… A vida às vezes parece mesmo um jogo, ora estamos perdendo e ora estamos ganhando. E às vezes, ganhamos mesmo quando perdemos. O que sei é que não há regras para que as perdas e ganhos aconteçam, não há momento certo ou errado para isso e nós nunca estamos preparados.

Os personagens aqui estão longe de serem perfeitos. pois erram e acertam na mesma medida, buscam sua felicidade, e isso tudo foi o que gostei aqui, pois a autora os deixou o mais humanos possíveis.

Foi um longo caminho para Manuela, um caminho de muito aprendizado, de escolhas e foi lindo ver o quanto a personagem amadureceu no decorrer da história.

Manuela e Daniel são quebradinhos, e ver cada um deles buscando colar cada pedacinho seu foi inspirador.

Eu e Manu vivemos em fases parecidas, ambos, tentando se recuperar da rasteira que a vida nos passou e por mais que eu acredite que se nos encontramos nessa viagem de fuga e busca, é porque era para nos encontrarmos, tenho as minhas dúvidas quanto ao futuro desse encontro.

Ao finalizar este livro vejo que não há nada que nos impeça de sermos felizes, e que os momentos certos e errados é que fazem parte da nossa história, e que acima de tudo devemos viver cada momento como se fosse único, porque o melhor momento é agora, e agora é hora de ser feliz.

Participe do “Comentário Premiado de Dezembro” clicando aqui 

Anúncios

9 comentários em “[RESENHA] “Momento Certo”, de Giulliana Fischer Fatigatti

  1. Tem uma enredo interessante esse livro. A perda daquele que ela amava e isso de sair viajando, de tentar fazer a vida dela sem ele e conhecer coisas novas e tal. Isso me chama atenção. O jeito da garota também, me identifiquei com algumas coisas. E esse Daniel e o que ele representa pra ela, como ele a desafia é algo que já me faz pensar em como seria o crescimento da personagem ao longo de tudo isso. Por ele ter uma ferida ali também já deixa a gente curioso pra entender o personagem.
    Acho que iria gostar do livro, tem bastante coisa que chama minha atenção.

  2. Renata!
    Delícia ver um livro completinho onde há mais de uma visão, os cenários são lindos, o protagonista fala o que pensa e ainda tem amor, quer coisa melhor?
    “A melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

  3. Ola Renata.. Boa Noite😘
    Que linda resenha…..
    Me simpatizei com Manu….eu não sou de mostrar meus sentimentos….é quase raro eu dizer Eu te ami pra minha mãe…
    Enfim….me encantei com essa historia😍😍😍
    Já pela resenha gostei do Daniel também😂😍
    Bjs

    1. Boa tarde!!!
      É muito bom quando conseguimos encontrar coisas nossas nos personagens, assim conseguimos entender melhor suas atitudes.
      Também sou como você, é difícil dizer que amo alguém ,sei lá, embora sinta isso, sou meio travada, o que considero realmente um problema para mim.
      Bj

  4. O livro parece fazer o leitor aprender junto com os personagens e viver com eles, o que acho positivo na escrita de um autor, conseguir envolver o o leitor. Ainda não tive a oportunidade de ler o primeiro livro, mas deu pra criar umas teorias sobre o que aconteceu com o Leo e ai entra um problema pra mim, eu acho legal a personagem seguir me frente e tudo mas se me apego no livro um é bem capaz de não conseguir criar empatia pelo novo relacionamento que surge nessa continuação haha… Ainda assim, achei a resenha muito boa e a história como um todo interessante *__*

    1. Boa tarde!!!
      Os dois livros trazem realmente boa lições de vida.
      Mas não se preocupe: Daniel vai te conquistar mais que o Leo 😉
      Bj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s