Resenha

[RESENHA] “Mr. Romance” (Série Mestres do Amor – Livro 1) de Leisa Rayven – @globo_alt

Boa tarde pessoas!!

Nessa linda tarde ensolarada, trago uma leitura que foi babada, favoritada e amada com todo o meu coração. Espero que vocês também tenha a oportunidade de ler e ficar como eu…

Max Riley pode fazer com que as fantasias mais incríveis ganhem vida: sob o alter-ego de Mr. Romance, ele pode ser um bilionário dominador, um bad boy inocente, um geek sexy ou qualquer outro homem que satisfaça os desejos das mulheres solitárias da alta sociedade de Nova York. No entanto, nada disso envolve sexo: são apenas encontros inesquecíveis. Intrigada com a lenda urbana de Mr. Romance, a jornalista Eden Tate está determinada a publicar uma matéria revelando sua identidade e suas artimanhas. Desesperado para proteger seu anonimato, Max desafia Eden a ter com ele três encontros: se ela não se apaixonar por ele, poderá publicar a matéria. Caso contrário, deverá esquecer a história. Eden não tem dúvidas de que conseguirá resistir a todos os falsos personagens de Mr. Romance, mas será que é seguro entrar no jogo do maior mentiroso de todos?

 

” – Por favor, senhorita Tate, não me insulte com suas mentiras. Se você quer ter alguma chance de me convencer a fazer isso, precisa no mínimo ser honesta.”

A maioria dos leitores amou os livros anteriores da Leisa Rayven e eu não fui uma exceção a regra. Meu Romeu está entre os livros preferidos de 2015 e agora em 2017 eu tenho outro livro da autora na lista de amado e favoritado.

Mr. Romance é a história da decidida jornalista Eden Tate que não está muito satisfeita em criar matérias sem nenhum conteúdo para os leitores online, e ao mesmo tempo também não consegue persuadir seu chefe a dar uma chance de escrever outras matérias. Mas quando sua companheira de quarto e irmã Asha fala sobre como as mulheres não param de falar sobre Mr. Romance, de cara, Eden acha que não é nada mais do que lenda urbana, ou seja, uma mentira. Mas os dias passam e algumas provas aparecem atiçando a curiosidade de Tate.

“Sempre a mais criativa de nós duas, Asha herdou todo o otimismo da minha mãe, mas nenhum bom senso.”

E logo de primeira, já gostei muito da Tate e a irmã morarem juntas. Sempre sinto um pouco de falta de companheirismo familiar em alguns livros. Vocês também notam isso? O irmão que é chato, pais que não se entendem ou que são divorciados, e por aí vai. Não que Tate e Asha tenham um relacionamento maravilhoso; elas são tão diferentes como qualquer pessoa pode ser. Pensam de forma diferente sobre relacionamentos e oportunidades de emprego, mas adoram a avó, convivem muito bem e zelam uma pela outra.

” – Você não quer mais?
– Mais o que? Orgasmos?
– Mais… tudo. Um parceiro. Amante. Amigo. Protetor. Alguém que torça por você. Um homem de verdade na sua vida.”

E com a curiosidade á mil, Eden vai atrás do Mr. Romance, que é Max Riley. Ele tem as manhas de tornar realidade todas as fantasias de uma mulher. Pode ser o que a nova companheira da alta sociedade nova iorquina quer e faz isso muito bem. No entanto, não é livre ou desmedido; há regras e elas precisam ser seguidas rigidamente, caso contrário, a fantasia acaba e o contrato também.

” – Mil dólares? O cara cobra isso por um encontro?
– Não, um encontro custa cinco mil. Os mil são só para ele avaliar a possibilidade de te aceitar como cliente.
– Jesus! Não importa quão lindo ele seja, nenhum homem vale esse tanto de dinheiro.
– Bom, parece que essas mulheres acham que ele vale.”

E a Edie indo atrás do Mr. Romance é a coisa mais engraçada do mundo, ela usa tudo o que tem à disposição para tentar chegar ao seu objetivo: hackear, espionar, tentar se disfarçar e segui-lo. Edie se acha muito esperta, mas está lidando com alguém que não quer ser achado. Além de que as intenções dela não as melhores, então Max tem que ser ainda mais cauteloso. E é assim, com o objetivo de proteger sua identidade, que a desafia a ter alguns encontros com algumas condições: de que se ela não se apaixonar por ele poderá publicar o que está escrevendo, mas caso contrário, vai deixar tudo para lá.

“Normalmente, só leva um encontro para uma mulher se apaixonar por mim, mas no seu caso estipulei três porque percebi que você está completamente fechada à ideia de que o romance pode enriquecer sua vida. Três me dá um pouco mais de tempo para quebrar sua casca.”

Edie é cética ao extremo, e amei isso nela. Qualquer outra personagem que já tenha tido a oportunidade de conhecer em outras obras não são concorrentes à altura da personalidade e pensamentos da Edie. A personagem é muito decidida tanto no trabalho quanto com a própria vida, ela não tem problemas em se envolver com os homens, desde que seja da forma dela: sem amarras e conexões. E deixar que Max faça seu trabalho não será tão fácil assim.

“Ele sabe o quanto eu o acho atraente e está constantemente me provocando para poder ganhar a aposta. Bom, ele vai descobrir rápido que enganar uma mulher que come fantasias românticas no café da manhã vai ser mais difícil do que ele pensava.”

Sobre Max, não tem muito o que dizer, só que ele joga com o que tem nas mãos. Ele não é de jogar limpo na hora de seduzir e sabe muito bem como fazer, e se acha que é fácil resistir a um homens imagina á dois ou três! Ele é REALMENTE capaz de tornar as fantasias serem realidade, e me deixou lá babando junto com a Edie. Esse homem tem mais facetas que o leitor é capaz de contar, e é difícil de resistir.

“De jeito nenhum eu vou deixar ele ganhar tão fácil. Já é ruim o bastante que eu seja um livro aberto para ele e que meu corpo pareça feito para o dele. De jeito nenhum eu vou admitir que ele me tem nas mãos.”

Leisa não é nenhum pouco clichê nesse livro, ela vai á fundo em assuntos que a maioria das autoras só cita superficialmente. Além disso, também cativa o leitor com sua narrativa empolgante e sempre com algo novo acontecendo. Impossível não ler em uma tacada só!

Amei essa leitura, não só pelos personagens que são lindos, mas pela mensagem que a autora quis passar. Se você notar a dedicatória vai perceber que ela tinha um propósito ao escrever Mr. Romance e eu captei a mensagem. É bonita, acalentadora e sensível. Espero que vocês também gostem!

” – Todos nós temos questões que estamos tentando superar, senhorita Tate. Todo mundo quer se sentir especial, a gente admitindo ou não. E amar sem limites, nos permitindo ser amados de volta, é o que dá sentido á vida. Ou, pelo menos, é o que deveria dar. Todo o resto só atrapalha.”

Já leu? Conte aí nos comentários o que acharam, vou adorar saber e conversar.

Boas leituras para vocês! *SMACKS*

Participe do “Comentário Premiado de Setembro” clicando aqui 

Anúncios

10 comentários em “[RESENHA] “Mr. Romance” (Série Mestres do Amor – Livro 1) de Leisa Rayven – @globo_alt

  1. Olá!
    Um cara totalmente misterioso, até eu fiquei curiosa por saber quem é. Gostei muito do livro, eu quando vi o lançamento fiquei bem curiosa com a trama dele, mas gostei muito, me deixou com expectativas super maravilhosa e claro desejo muito ler o livro da autora.

  2. BERRO! Quero muito esse livro!
    Que resenha maravigold foi essa? Já quero reler, melhores quotes também!
    Estou doida para ler algo da autora, não li Meu Romeu e acho que não irei ler agora, mas esse daí está na minha lista de super desejado do momento!
    Já amei antes mesmo de ler.
    Beijosss

    1. Adorei que você gritou Hérica hahahahahaha
      Amo empolgação. E espero que o livro também seja muito empolgante para você.
      E por favor, volte para me dizer o que achou. Comente de novo ou deixe um recadinho no chat do nosso facebook.
      Vou aguardar. Mesmo que não seja positivo, venha me contar.
      Ótimas leituras para ti

  3. Oi Clarisse, tenho que dizer que com a Leisa eu só fui recompensada lá pelo terceiro livro da série anterior, não curti muito Meu Romeu e Minha Julieta mas achei a escrita dela boa, fluida e envolvente, só não curti a personalidade dos protagonistas haha, mas o terceiro livro Coração Perverso eu realmente curti e assim tô na expectativa de que vá acontecer o mesmo com esse. A história parece ser muito boa e me lembrou aquele filme com Will Smith que me fugiu o nome agora haha, mas que curti demais e sempre que tenho a oportunidade assisto de novo ❤ A resenha tá bem empolgada e encantadora, também gosto do companheirismo familiar na história e fiquei com altas expectativas pra essa leitura. Já tá na lista, espero poder ler logo logo 🙂

    1. Oie Lili!
      Eu gosto muito dos segredos dos protagonistas dela. Foi isso que me fisgou em Meu Romeu, ela sabe deixar o leitor entretido rs
      Sei qual filme do Will você está falando, é o Hitch – Conselheiro Amoroso. É mais ou menos isso. E é divertido tanto quanto o filme. E tem a pitada da Leisa em deixar o leitor querendo mais. Apaixone-se pelo Max.

      Boas leituras

  4. Clarisse!
    Li não ainda, não conheci o tal Mr. Romance com todas as suas artimanhas e técnicas de sedução, mas já penso como Edie vai conseguir resistir e se manter firme em suas convicções de não querer compromisso, nem nada sério.
    E gostei de ver que poderemos rir um pouco quando ela vai a procura de descobrir que é ele…
    Gostei também desse lance da irmã morar com ela, sinto falta também nos livros da família estar mais presente.
    “Inteligência não é não cometer erros, mas saber resolvê-los rapidamente.” (Bertolt Brecht)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s