Resenha

[RESENHA] “Codinome Lady V”, de Lorraine Heath por Editora Gutenberg – @gutenberg_ed @Lorraine_Heath

Boa tarde!

Quem gosta de começar novas séries? Pois hoje tem uma que COM CERTEZA vai conquistar seu coração.

 

Cansada de rejeitar pretendentes interessados apenas em seu dote escandalosamente vultoso, Minerva Dodger decide que é melhor ser uma solteirona do que se tornar a esposa de alguém que só quer seu dinheiro. No entanto, ela não está disposta a morrer sem conhecer os prazeres de uma noite de núpcias e, assim, decide ir ao Clube Nightingale, um misterioso lugar que permite que as mulheres tenham um amante sem manchar sua reputação.
Protegida por uma máscara e pelo codinome Lady V, Minerva mal consegue acreditar que despertou o desejo de um dos mais cobiçados cavalheiros da sociedade londrina, o Duque de Ashebury. E acredita menos ainda quando ele começa a cortejá-la fora do clube. Por mais que ele seja tudo o que ela sempre sonhou, Minerva não pode correr o risco de ele descobrir sua identidade, e não vai tolerar outro caçador de fortunas.
Depois de uma noite de amor com Lady V, Ashe não consegue tirar da cabeça aquela mulher de máscara branca, belas pernas e língua afiada. Mesmo sem saber quem ela é, o duque nunca tinha ficado tão fascinado por nenhuma outra mulher antes.
Mas agora, à beira da falência, ele precisa arranjar muito dinheiro, e rápido. Sua única saída é se casar com alguma jovem que tenha um belo dote, e sua aposta mais certeira é a Srta. Dodger, a megera solteirona que tem fama de espantar todos os seus pretendentes.

 

Esse é o primeiro volume da série Os Sedutores de Havisham, e de acordo com a Editora Gutenberg no segundo semestre teremos o segundo volume da série. Pois já estou muito ansiosa com o que a autora poderá nos deliciar. Porque se tem uma palavra que poderia descrever “Codinome Lady V” é esse: uma delícia de leitura.

Sou fascinada por romances históricos, e depois de um tempo lendo várias coisas do mesmo gênero, o que acaba acontecendo é ficarmos achando alguns iguais a outros, ou que contem basicamente os mesmos elementos: mocinha que precisa casar e que encontra de um forma pouco convencional o homem que tanto queria, já que essa era a premissa da época – as mulheres precisavam se casar o quanto antes.

Mas aqui a autora Lorraine Heath soube conduzir muito bem todo o enredo. Primeiro ela colocou uma protagonista, a Minerva Dodger que não tem medo de ser quem é e tem pais que apoiam seu jeito espevitado de ser; a comunicação com eles sempre é aberta e conversam sobre tudo. Ainda mais quando está envolvido seu grande dote, concedido por seu pai que não é mão de vaca e foi bem generoso, mas agora o inconveniente é que a maioria dos homens a querem e não pelo motivo certo.

“Acontece que eu tenho opiniões e acredito ter o direito de manifestá-las. O senhor parece não ter interesse em ouvir o que tenho a dizer, a não ser sobre o clima.”

Minerva é o tipo de personagem que nos tira da zona de conforto de meros espectadores da sua história e nos faz torcer loucamente por ela e pelo que quer. Não apenas quer um casamento frio, mas sim um lar onde possa além de ser amada por um marido, também poder expressa suas fortes opiniões sobre qualquer assunto e ser a companheira ombro a ombro para qualquer coisa.

” – Eu não bordo, na verdade. Acho um tédio. Prefiro um debate animado a respeito de reformas sociais […] E é por isso, meu lorde, que não somos compatíveis.”

E para tomara as rédeas de sua vida, Minerva procura um lugar onde poderá experimentar o que mais quer: estar com um homem sem as amarras sociais e sem ser mal vista pela sociedade. No Clube Nightingale e protegida por uma máscara, ela quer alcançar seus objetivos e mal acredita quando começa a despertar os sentidos do Duque de Ashebury.

Depois de passar um tempo fora da Inglaterra, Duque Ashebury retorna ao seu país junto com os amigos com quem cresceu. Jovens favorecidos, requintados, corajosos mas com um passado que precisa ser contado e desbravado. Ashebury passa a impressão de ser um aventureiro e também um dos mais desejados, mas por dentro seus sentimentos são mais profundos do que se possa imaginar. Ele com certeza é o par perfeito para a Srta Minerva.

“Ele sem dúvida ia rir da inexperiência dela, de sua falta de jeito. Ela queria que sua primeira vez, possivelmente a única, fosse com um mortal, não com um deus.”

As aventuras de ambos são muito boas, essa obra com certeza é uma das melhores que já vi. Minerva é uma personagem muito interessante, que mesmo rica e com um dote escandaloso tem suas inseguranças com respeito à beleza. E o Duque Ashebury é um verdadeiro cavalheiro, que teve um passado estranho, perdeu o pai cedo e precisou reencontrar dentro de si motivos para acreditar em si mesmo.

“Permita que eu a visite amanhã. Dê-me uma oportunidade para lhe mostrar que você pode ser tão feliz comigo na luz como é nas sombras.”

Com uma narrativa em terceira pessoa, Lorraine Heath me cativou completamente com esse romance cheio de mistérios, caça e muita persistência. Fazia tempo que um livro não me prendia tanto, e que tinha citações tão bonitas e que me fizeram suspirar.

Também fiquei apaixonada pelos próximos personagens. Locke, Ren e Edward terão suas histórias contadas livros seguintes; e já fiz minhas apostas no segundo volume da série, que segundo minha imaginação estou chocada com o que vem por aí.

Participe do “Comentário Premiado de Maio” clicando aqui

Anúncios

5 comentários em “[RESENHA] “Codinome Lady V”, de Lorraine Heath por Editora Gutenberg – @gutenberg_ed @Lorraine_Heath

  1. Clarisse!
    Li esse livro agora em maio e ainda estou encantada com a autora, ela sobre trazer um romance diferenciado e uma protagonista tão voluntariosa que chega a chocar.
    Fi uma das melhores leituras desse ano e como você, já estou a espera do novo volume da série e feliz em saber que sairá ainda esse ano.
    Aguardemos!
    Minerva é fabulosa!
    Quero ver as próximas histórias.
    Desejo uma semana tranquila!
    “Uma pergunta prudente é metade da sabedoria.” (Francis Bacon)
    Cheirinhos
    Rudy

  2. Eu sou doida pra ler essa série! Esse livro parece ser muito bom, e é bem diferente da maioria dos romances de época que eu já li. Acho que vou me apaixonar por esses personagens, os dois parecem ser perfeitos! E gostei muito de saber que a autora soube conduzir muito bem o livro. Com certeza vou ler, e espero amar também 🙂

    Beijos!

  3. Oi Clarisse.
    Eu assim como você Fiquei apaixonada por esse livro achei a mocinha super forte e determinada e o fato dela ter quebrado uma regra tão imensurável naquela época você estuda ainda mais maravilhoso eu também estou com as apostas altas para o próximo livro e Confesso que já estou com medo de Surgir aí um certo triângulo amoroso.
    Bjs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s