Resenha

[RESENHA] “Destinos Traçados” (Série Destinos – Livro 1) de Uiara Barzotto – @Uiarabarzotto

Boa tarde queridos!

Livro fofo? SIM! Livro nacional? SIM! Vocês devem ler? SIM!

Aos 17 anos Marina viu o seu mundo desabar. Diante da tragédia de perder toda sua família em um terrível acidente, ela se fechou para o mundo e não se permitia mais amar.
Porém, um dia tudo mudou, o destino colocou em seu caminho Daniel, o homem que foi capaz de fazer com que seu coração parasse de chorar…
Mas o mesmo destino que entrelaçou os seus caminhos, poderia destruí-los…
E que para viver esse grande amor eles vão ter que aprender que da mesma forma que destino que às vezes prega peças terríveis, é ele o grande responsável por alinhar os pontos, nos colocando exatamente onde deveríamos estar.
Destinos Traçados, duas vidas e um único destino: O amor!

Amazon

“Destino Traçados” é o primeiro volume da série Destinos, escrito pela autora Uiara Barzotto que você pode encontrar no Kindle Unlimited (link na sinopse).

Esse não é meu primeiro contato com a autora, já pude sentir bem o que me aguardava quando li a antologia “As Quatro Estações do Amor” (leia resenha aqui) e já tinha gostado muito. Mas nada poderia me preparar para o que ia encontrar quando comecei essa leitura.

Marina não é a personagem simplória que normalmente encontramos em alguns livros. Apesar de estar passando por um momento difícil, ela nem sempre foi assim. Vivia feliz, tinha uma família unida, um namorado e tudo o que sempre quis na vida, até que um acidente inevitável levou aquilo que mais amava e tudo desmoronou. Depois desse evento trágico, a Marina feliz deixou de existir e no lugar ficou uma Marina com sentimentos de auto destruição. Bebida descontrolada, sexo sem sentido, dias e noites que passavam sem realmente viver, abandono e resignação.

“Mesmo ali, em cima do palco dançando e tirando a roupa, eu conseguia ver a dor dela. E esse misto de ingenuidade e sensualidade, deixaram-me fascinado.”

E com tudo isso devo dizer que foi muito difícil aceitar a personagem. Principalmente pelo fato de não aceitar o modo dela de levar a vida, mesmo que a dor fosse sua melhor companheira no momento. Fiquei muito triste com seus motivos de ser infeliz. Ela não é fácil e o que ela faz consigo mesma também não é; mas isso me incutiu mais empatia e reflexão em entender a personagem.

Enquanto a Marina trouxe um lado tão escuro para a leitura, Daniel veio para trazer luz. Ele é o personagem que apesar de também ter suas próprias mazelas, transborda esperança e amor. Após a morte da sua mãe não conseguir dividir a mesma casa com o pai e foi encontrar em outro país e ajudar pessoas um motivo para se reencontrar e se reerguer.

“Você chegou, e me lançou esse olhar inquietante, como se conseguisse ver dentro da minha alma e eu me perdi.”

E esses dois corações machucados irão se encontrar quando Daniel volta ao Brasil. Ele dá à Marina motivos para perceber que nem tudo está perdido, que a vida ainda tem sentido e que precisa dar uma chance a si mesma, e como o próprio nome da série diz: o destino vai dar uma ajudinha.

Amei o Daniel com todo o meu coração. Gostei de ver nele um homem persistente, trabalhador e que nos seus avanços com Marina foi muito inteligente, sendo capaz de ajudá-la e também de ver nela algo de bom quando na verdade aos olhos nus não havia nada.

“Daniel, eu amo você, eu sempre estarei onde você estiver.”

Também a relação de Daniel com o irmão Caio é algo muito bonito que a autora abordou muito bem. Vejo muito poucos autores não dando importância a relacionamentos familiares, e foi ótimo ver isso em “Destinos Traçados”, até porque a família é a base de tudo, de quem nos tornamos e do que seremos no futuro. O apoio emocional que Daniel dá a Caio num momento tão triste da vida dele é de emocionar.

O romance entre Daniel e Marina é bonito e muito tocante. É um amor que salva, perdoa e completa.

“O mundo dá voltas e algumas vezes ele nos deixa tontos e perdidos, mas o mesmo destino que às vezes prega peças terríveis, é o responsável por alinhar os pontos nos colocando onde deveríamos estar.”

Meu primeiro livro completo da autora e só posso dizer que a leitura é muito cativante, flui maravilhosamente e encanta. Clichês com certeza é seu ponto forte, mas também é capaz de nos surpreender entre uma cena e outra com elementos imprevisíveis. A edição do livro está muito bem feita, diagramação bonita e sem erros gramaticais.

Mal posso esperar em ler o volume 2 da série. Super recomendo!

 

Participe do “Comentário Premiado de Maio” clicando aqui

Anúncios

5 comentários em “[RESENHA] “Destinos Traçados” (Série Destinos – Livro 1) de Uiara Barzotto – @Uiarabarzotto

  1. Clarisse!
    DEve ser difícil ter uma protagonista que se entrega a todo tipo de maus hábitos para tentar superar uma perda.
    E que bom que Daniel surge na vida dela para dar um novo ‘norte’ e sentindo, transbordando amor, afeto, carinho e paciência.
    Desejo uma semana tranquila!
    “Uma pergunta prudente é metade da sabedoria.” (Francis Bacon)
    Cheirinhos
    Rudy

  2. Eu não conhecia esse livro, e já fiquei com vontade de conhecer melhor o livro. A história dele realmente parece ser bem clichê, mas gostei muito de saber que a autora surpreendeu. Eu acho que a atitude da Marina vai me incomodar um pouco, mas acho que o Daniel eu vou amar! Gostei também de saber que a autora deu bastante importância a família, isso realmente é bem raro em vários livros.
    Gostei muito da resenha, e já coloquei o livro nos meus desejados 🙂

    Beijos!

  3. Oi Clarisse.
    Eu adorei a sua resenha confesso que achei a prime são tanto que Clichê e não acho que aceitaria muito bem o modo de vida dela ressaltando a que ela estava passando por um momento muito difícil mas não acho que justifique enfim gostei dos personagens e fiquei super curiosa para saber se eles conseguem superar este momento da vida deles Esse aí é um felizes para sempre eu amei de paixão essa capa.
    Bjs.

  4. Já disse isso aqui eu acho. Se não disse, direi agora: Tanto você quanto Renata têm sempre o maior carinho com nós autores e com nossos livros. Isso não há dinheiro no mundo que pague.
    Lisse, adorei a resenha, soube colocar muito bem as opiniões e emoções que sentiu, soube pontuar os motivos de não se conectar à personagem sem desmerecer a obra. Muito obrigada por esse carinho e cuidado!
    Contem sempre comigo!
    ❤ ❤ ❤

    1. Nós que agradecemos a paciência de vocês, porque vocês são maioria rs
      Amei mesmo seu livro, apesar da protagonista né, mas foi maravilhoso ver uma mulher tão diferente e mais sofredora na literatura.
      Continue nos encantando com seus livros fofos
      Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s