Resenha

[RESENHA] “Amor Imenso”, de Penelope Ward ( @PenelopeAuthor ) por Planeta de Livros Brasil ( @PlanetaLivrosBR )

Boa tarde!!!

Sabe aquele livro que você espera ansiosamente por ele e quando o lê vê que toda a espera valeu a pena?  Foi assim que aconteceu comigo e  “Amor Imenso”!

 

Quando um mal-entendido vira combustível para uma tórrida história de amor Desde garoto, Justin amava Amelia, que odiava Justin desde que ele se mudou para a casa vizinha à da sua avó, em Rhode Island. Não, nada disso. Amelia também amava Justin, mas um mal-entendido o fez pensar que a garota mais incrível do mundo não correspondia ao seu amor e, pior, o odiava.
Os anos se seguiram, e os dois tomaram caminhos distintos até que o destino – e um empurrãozinho de Nana, avó de Amelia – os reuniu novamente na casa onde se conheceram quando eram adolescentes.
Obrigados a compartilhar o mesmo espaço, Justin – que aparece na casa de praia de Nana com a namorada – e Amelia vivem como cão e gato. Orgulhosa, a princípio ela não dá o braço a torcer ao amor que sempre sentiu pelo vizinho e reluta o quanto pode contra os encantos de um Justin, agora, mais maduro e… muito mais atraente.
Será que ambos resistirão à paixão e ao desejo que os incita desde a adolescência?

Quando a editora Planeta de Livros Brasil anunciou o lançamento deste livro, já fiquei enlouquecida para poder ler ele. Me apaixonei pela escrita de Penelope Ward em “Meu Querido Meio-Irmão”  (confira a resenha aqui), e não via a hora de nossas editoras lançarem mais livros dela por aqui.

Aqui nós conhecemos Amélia e Justin. Eles se conheceram crianças e ficaram super amigos, se tornando inseparáveis. Mas, novos e fortes sentimentos foram surgindo, até que algo acontece e faz com que se separem. O motivo deles terem rompido essa amizade foi um grande mistérios por alguns capítulos, e curiosa do jeito que sou, já estava indo a loucura para saber o que aconteceu e o porque Justin parece não querer perdoá-la.

Já adultos, Amélia e Justin herdam a casa da avó dela, que cuidava dele quando criança. Mesmo sendo praticamente impossível a convivência, eles terão de aprender a se tolerarem.

Logo de cara já dá para notar que Amélia e Justin ainda gostam muito um do outro, e o quanto ela sofre por ele ignorá-la.

No fundo, eu sabia que minha reação não era só pela atração física que sentia por ele. Era porque, apesar de todas as mudanças, uma coisa continuava exatamente igual: seus olhos. Eles refletiam a mesma dor da última vez que o vi.

E pelo visto Penelope Ward tem um grande problema: segundo livro dela que leio em que a namorada do protagonista é super fofa, e por mais que eu queira que o casal principal fique juntos, entendo o lado deles de não querer magoar esta querida terceira ponta do triangulo.

A convivência durante o verão é bem complicada, poi enquanto Amélia tenta de todas as formas se aproximar de Justin, ele sempre a repele. Mas, mesmo sofrendo de ver Amélia daquele jeito, queria saber o que houve no passado deles, para assim poder entender os motivos de Justin agir assim.

Justin tem um grande talento para a música desde muito cedo. Seu tom irônico e sarcástico fez dele aquele personagem que ao mesmo tempo em que te irrita te faz amá-lo a cada página.

Amélia é uma jovem batalhadora, trabalha com educação infantil e sonha em ser uma mãe completamente diferente da sua.

Nós dois fomos criados por famílias desarranjadas, mas desde que te conheci meu mundo pareceu um pouco menos despedaçado.

Quando Justin e Amélia parecem prestes a se acertarem, a vida parece ter outros planos para ambos seguirem outros caminhos, e nessa hora pensei “putz, agora já era!”, mas a autora conduziu a história para mostrar que o amor deles é realmente tão imenso que são capazes de mudarem algumas de suas opiniões.

Eu nunca deixei de amar você. Houvem momentos em que tentei te odiar, mas mesmo assim, eu nunca parei de te amar.

O livro é narrado em primeira pessoa por Amélia, e apenas o epílogo é narrado por Justin. A escrita da autora é leve e flui muito bem, fazendo com que mais uma vez eu não conseguisse largar o livro enquanto não chegasse ao fim.

Esse livro é ainda melhor que havia imaginado. É uma história mais adulta que “Meu Querido Meio-Irmão”. E a dinâmica entre os protagonistas chega a ser engraçada em vários momentos. A autora também soube dosas as cenas de drama e eróticas.

Uma história ótima e surpreendente, que nos mostra que alguns julgamentos podem mudar totalmente o curso de nossas vidas. E acima de tudo, nos conta sobre duas pessoas que sentem uma pela outra um amor imenso que sobreviveu ao tempo, distância e mágoa.

Só posso dizer que mais uma vez Penelope Ward me conquistou.

Participe do “Comentário Premiado de Abril” clicando aqui!

 

 

 

Anúncios

6 comentários em “[RESENHA] “Amor Imenso”, de Penelope Ward ( @PenelopeAuthor ) por Planeta de Livros Brasil ( @PlanetaLivrosBR )

  1. Oi Renata.
    Eu estou louca para ler esse livro, comecei algum tempo atrás e abandonei.
    Amor Imenso está com uma capa linda e a história me chamou a atenção desde o início, e pelo pouco que li concordo com você a dinâmica entre o casal é realmente interessante, não vejo a hora de ler.
    Bjs.

    1. Boa noite!
      A editora Planeta está de parabéns por manter a capa original.
      A história é ótima mesmo!
      BJ!

  2. Eu já li o livro Meu Querido Meio-Irmão da autora e amei o livro e a escrita da autora. Estou com bastante vontade de ler esse livro, mas já não gostei de saber que tem triângulo amoroso e que a namorada do protagonista é fofa ( eu sempre fico com dó da pessoa quando ela também é legal), mesmo assim acho que vou adorar o livro. E gostei de saber que a história nesse livro é mais adulta, com certeza já esta na minha listinha!

    Beijos!

    1. O livro é muito bom mesmo!
      No início você vai até notar algumas semelhanças com “Meu Qurido Meio-Irmão”, mas a história dá uma baita virada 😉
      😘

  3. Renata!
    Apesar de não gostar de triângulos amorosos, ainda mais quando a namorado do protagonista é uma fofa e não merece sofrer, fiquei bem intrigada e curiosa por querer saber que segredo é esse tão sério que os separou há anos atrás e também acompanhar o romance, que pelo jeito, mesmo com todo afastamento e mágoa, acaba por uni-los novamente.
    “ Eu creio que um dos princípios essenciais da sabedoria é o de se abster das ameaças verbais ou insultos.” (Maquiavel)
    cheirinhos
    Rudy

    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s