Resenha

[Resenha] Uma Proposta Sedutora, de Jennifer Lyon – @EditoraCharme

Já estou apaixonada por esse casal lindo. Venha se apaixonar também!

maos

Capa

uma-proposta-sedutora

Sinopse

Rico, sexy e volátil, Sloane Michaels tem um plano sombrio que mantém seu coração no gelo. A riqueza extrema lhe dá o controle que ele anseia ter, e suas habilidades como ex-lutador de UFC, as ferramentas de que vai precisar para conseguir a vingança definitiva. Porém, quando a mulher que imaginou nunca mais rever cruza seu caminho, Sloane se vê preso entre a vingança que precisa e a conquista sexual que deseja.
Há seis anos Kat Thayne vive em modo de sobrevivência, escondendo-se atrás das doces criações de sua confeitaria. Entretanto, quando o roubo de um carro ao acaso a coloca frente a frente com seus medos mais obscuros e suas fantasias mais ardentes, Kat é forçada a deixar o esconderijo ao receber uma proposta perigosamente sedutora. Uma que ela sabe não ser forte o bastante para recusar.

Resenha

Onde estou? Quem sou? Não sei, estou meio perdida ainda… Talvez devo começar dizendo que ainda não me recuperei do que acabei de ler. Tudo foi tão rápido, as páginas passaram que nem senti e nem sei o que escrever.

Uma Proposta Sedutora é o primeiro livro da trilogia Plus One Chronicles. A editora que o publicou é a Charme, que com muito charme, acertou em cheio em tudo. Todas as capas da trilogia são lindas, a tradução e edição está maravilhosa, além da escolha acertada em proporcionar aos leitores a escrita linda e inspiradora da Jennifer Lyon.

Preciso deixar registrado que não sou uma fã com narrativas em 3° pessoa, mas sabe aquela autora que você leria a lista de supermercado, então, é bem por aí. O enredo da história de Sloane e Kat fica muito fluida e dinâmica nas mãos da autora, e com certeza você não vai se arrepender.

Kat Thayne tem uma veia lutadora dentro de si, ainda mais após sobreviver ao evento que lhe roubou a naturalidade de viver e de ser ela mesma. Porém, isso não poderia ser tão diferente do ex lutador de UFC, Sloane Michaels, que também tem suas próprias cicatrizes que são invisíveis aos olhos.

Mesmo com toda sua insegurança, essa característica não torna a protagonista irritante ou fraca – muito pelo contrário – fez com que a Kat fosse muito mais respeitada aos meus olhos. Ela também tem um instinto lutadora, que não se abate fácil que vai chamar a atenção do ex lutador e torná-la muito atraente aos seus olhos, muito diferente do que a própria Kat acha.

 

Durante toda a vida, Kat não fora considerada boa o bastante. Nem inteligente o bastante, nem valiosa. E desde os ferimentos… limitada. Despedaçada. Não sabia como as peças tinham se encaixado outra vez; porém, os olhos profundos e castanhos de Sloane lhe mostraram uma visão diferente.

 

Sloane entra na sua vida justamente apara dar um equilíbrio que se faz necessário. Tá certo que ele tem “más intenções”, no entanto, isso só vem para acrescentar ao enredo uma pitada de desejo e ardor que fará muito bem aos dois.

Um relacionamento que eu adorei por não ser no estilo “amor instantâneo”, e graças a Deus que não foi. No começo era raiva, que depois foi se transformando em vários outros aspectos, até ser amor de verdade. Conhecer tantos os personagens e seus sentimentos mais profundos foi um refrigério no meio de alguns livros em que o relacionamento não tem nenhuma base, e como leitores vemos que é fácil desmoronar. Mas aqui não, há base. Há estrutura. E eles são aquele tipo de casal que quanto mais você conhece, mais quer saber deles. E isso é ótimo!

 

Construí um império sabendo quem são os bons lutadores quando os vejo. Se eu digo que você tem o que é preciso para dominar a defesa pessoal, então você tem. Se vai fazer uso dessas habilidades ou não, aí a escolha é sua.

 

Mesmo vivendo num lar super protetor, Kat não se satisfaz com tal influência dos seus pais, que na maioria dos momentos tem um efeito negativo e que a aborrece, e não a deixa ser ela mesma. E em vários momentos durante a leitura eu queria bater nos pais dela, por serem tão cegos, donos da verdade e muito tacanhos.

Mais pontos positivos: as farpas que o casal soltam até se entenderem é bem divertida, e mesmo quando se entendem a diversão continua. E os diálogos? Sério, eu quero conhecer e parabenizar a Jennifer. Ela conseguiu me espantar por causa da tamanha sinceridade nas coisas que tanto Sloane e Kat falavam, e colocava um sorriso bobo nos meus lábios. Quero abraçar esse dois fofos e dizer para eles: “Sejam muito felizes”.

Esse primeiro volume da trilogia é naquele estilo que não vai dar tudo de bandeja para o leitor descobrir o que vem nos próximos livros, mas vai proporcionar tudo o que precisa e quer saber. E isso foi suficiente para me deixar amarrada, enlaçada e envolta no suspense que sei que haverá nos outros livro.

Personagens que também merece algum crédito nesse primeiro volume é o amigo de Sloane, Drake. E também o ex noivo da Kat, David, que é um babaca de marca maior.

Já estou devorando o próximo e em breve teremos resenha!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s