Resenha

[RESENHA] “Caçadora de Estrelas”, de Raiza Varella

Bom diaaa!!!

Pra finalizar a #SEMANACAÇADORA nada melhor do que a resenha desse livro fantástico, maravilhoso, emocionante… faltam palavras…

Mas aqui estou eu, abrindo meu coração a vocês sobre esse livro e  sobre como ele me conquistou.

O problema é que Eva nunca teve que se preocupar de verdade, porque sabe que independente do que acontecer entre nós dois, eu ainda vou ajudá-la em qualquer problema que se meter.

Capa do livro 1

cacadora-de-estrelas

Sinopse 1

Após flagrar o seu atual namorado com outro cara – não, você não leu errado – e constatar que o safado tinha um gosto para homens até melhor do que o seu, Eva se arrepende por ter abandonado a família, o gato, o emprego, os amigos e até e o país para segui-lo e decide que é hora de voltar para a casa, com o rabo entre as pernas, um mau humor feroz e sem um tostão no bolso. Mas ao contrário do que imaginou não é recebida com faixas e balões, muito menos com boas-vindas e sim com mais e mais azar – como se não bastasse todas as vezes em que foi traída, abandonada pelo circo ou roubada por alguma estrela errada -, seu irmão acabou com seu carro novo, seu pai se casou, ela ganhou duas quase irmãs indesejadas, seu melhor amigo roubou seu gato e ainda de quebra arrumou uma namorada.
Embora a vida em casa não esteja como deixou, Eva é obrigada a seguir em frente e lidar com a situação como uma mulher adulta. O que em seu dicionário quer dizer se embebedar, distribuir socos e grosserias a quem quer que esteja ao seu alcance e recuperar seu gato – a qualquer custo -, nem que para isso precise roubá-lo de volta.
O que desconhece é que o destino iria lhe preparar uma surpresa, lhe oferecendo algo que não poderia ter, um amor proibido. Será ela corajosa o suficiente para lidar com mais um coração partido, mesmo que seja pela estrela mais brilhante do céu?
Resenha 1

Precisa de mim aí?

Não poderia começar essa resenha sem o quote acima, que é algo que por muitos anos definiu a amizade de Eva e Gabriel, os protagonistas de “Caçadora de Estrelas”.

Quando divulguei esse lançamento algumas semanas atrás, achava que se tratava de uma comédia romântica, mas é bem mais que isso, é algo totalmente diferente, que balançou totalmente todas as minhas estruturas, que me fez rir, chorar, refletir e ficar com uma baita ressaca literária.

Toda vez que Eva decide partir atrás de um novo amor, a primeira coisa que passa pela cabeça de seus familiares e seu melhor amigo Gabriel é “vai dar merda!”.

Quando criança, Eva ouviu uma lenda sobre a estrela mais brilhante do céu, mas avoada do jeito que sempre foi, entendeu tudo errado, e passou a vida procurando essa estrela, que pra ela era sua cara metade. Mas pensem em uma pessoa azarada em relação ao amor, a garota só se dá mau.

Era como se não importasse o quanto eu corresse, porque jamais conseguiria sair do mesmo lugar.

Depois de deixar a família e Gabriel para ir trás de seu mais novo carma  amor em Londres, Eva volta ao Brasil sem um tostão no bolso e de coração partido por tê-lo flagrado na cama com outro homem. E o pior é que ela se sente mais arrasada pelo cara que estava com ele ser mais lindo que qualquer um que ela tenha saído.

Seu riso espontâneo ecoa fazendo com que meu peito se comprima de dor e, pela primeira vez, reparo, realmente reparo NELE.

O problemão começa quando ela encontra no Brasil todos bem diferentes de como ela tinha deixado: seu irmão acabou com seu carro, seu gato não é mais dela (além de estar muito magoado), seu pai casou e ela ganhou de brinde duas indesejáveis irmãs, e Gabriel tem outra pessoa para colocar em primeiro lugar ao invés dela.

Precisa de mim aí?

Sempre foram gestos.

Sempre foram doações.

Sempre foi amor

Gabriel é um cara maravilhoso, ele e Eva são amigos desde sempre, e ele sempre esteve a seu lado para juntar e colar os cacos de seu coração. Ele sempre fez tudo por ela, e acho que até quando decidiu ser delegado pensou nela, tamanha quantidade de confusão que sua garota se mete.

Em meio a todo esse tumulto, Eva se dá conta que jamais deveria ter partido, que a estrela que sempre buscou estava o tempo todo a seu lado: Gabriel, seu Gabs. Só que agora Gabs tem uma namorada (que odeia Eva), além de revelações do passado vindo a tona, mentiras, um amor do passado ressurgindo, prisões, um gato magoado e o destino se metendo no caminho de Eva&Gabs.

Faça da sua ausência o bastante para que alguém sinta sua falta, mas não a prolongue demais para que esse alguém não aprenda a viver sem ti

O livro é narrado todo em primeira pessoa por Eva, Gabs e mais uma outra pessoa. A forma descontraída com que Raíza escreve torna até os momentos dramáticos divertidos,principalmente os narrados por Eva.

Eva é aquele furacão de pessoa: desbocada, briguenta, egoísta e esfomeada que te faz gargalhar. Gabriel, com seu nome de anjo, é o super herói da vida de Eva, o tipo de cara que qualquer mulher quer e merece ter a seu lado: altruísta e capaz de esconder sua dor por aqueles que ama.

Desejo que ele seja mais, muito mais  do que um amigo, o meu melhor amigo. Desejo me aninhar a ele e tomá-lo para mim.

É impossível descrever as emoções e sensações que essa história causou em mim. Eva foi uma personagem que chegou cheia de marra, daquele tipo que ou se ama ou se odeia, mas eu adorei ela desde o início. Apesar de seu egoísmo, ela me conquistou porque ela só queria encontrar sua felicidade. E foi incrível ver ela amadurecer ao longo das páginas, e chegar no fim e vermos uma Eva bem diferente do início: uma mulher que valoriza aqueles que ama e que aproveita cada minuto de seu tempo.

O livro traz uma linda mensagem sobre amor, amizade, família, egoísmo, perdão e principalmente o tempo, que é implacável, e que por isso devemos aproveitar cada segundo de nossas vidas e mostrarmos o quanto amamos todos a nossa volta.

Ah o tempo… Nós o jogamos fora todos os dias acreditando que ele vem de uma fonte inesgotável.

Essa história e seus personagens levarei para sempre em meu coração, pois é o tipo de história que te toca bem lá no fundo. Por isso, indico esse livro de coração, e que também tenham várias caixas de lenços por perto.

Por que, Deus, eu fui me apaixonar justamente pelo problema central do mundo encarnado no corpo de uma mulher?

Agora, só me faço uma pergunta: como que eu não tinha lido nada dessa autora antes. Ela é maravilhosa!

E pra terminar, vou usar na imagem abaixo o mesmo quote que usei no início, porque essa era a pergunta especial que Gabriel sempre fazia a Eva, porque ele estava sempre pronto para reerguê-la e transformar suas lágrimas em sorrisos.

cacadora-de-estrelas-quote

 Eu vou ficar porque meu egoísmo é menor do que meu amor

Adquira já o seu na Amazon!

 

 
 
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s