Resenha

[Resenha] Veneno, de Mia Sheridan por @editoraarqueiro

Hora de conhecermos o quarto livro da série “Signos do Amor” lançado aqui no Brasil.

Casal da vez: Grace&Carson

Capa do livro 1

Veneno

Sinopse 1

Grace Hamilton tem 23 anos e é estudante de direito. Após as dificuldades enfrentadas na infância, ela faz de tudo para não decepcionar o pai, segue todas as regras, é dedicada e cheia de planos. Porém, após viajar para uma conferência de direito em Las Vegas e conhecer Carson Stinger, ela começa a repensar a vida.

Sexy e impulsivo, Carson é um ator que gosta de curtir o momento e nunca se apegou a ninguém. Mas isso muda quando seu caminho cruza com o de Grace, uma universitária certinha e diferente de todas as mulheres que ele já conheceu.

Ao longo de um fim de semana inesquecível, eles superam os próprios preconceitos e se entregam ao desejo. Pela primeira vez na vida, Grace se
permite quebrar as regras e Carson se deixa envolver de verdade. Quando se despedem, nenhum dos dois é mais o mesmo, mas ambos têm certeza
de que jamais voltarão a se ver.

Contudo, anos depois eles estão de novo frente a frente: ele, apoiando o amigo acusado de homicídio; ela, sendo a promotora encarregada do caso. Mais uma vez a chama da paixão se acende em Carson e Grace e as circunstâncias parecem afastá-los. Se a vida nem sempre pode ser planejada, será que o acaso conseguirá ajudá-los a ficar juntos?

Resenha 1

Esse fim de semana traria consequências, eu sabia disso, mas não estava mais disposta a mentir para mim mesma.

Não sei nem por onde começo a escrever sobre esse livro, a não ser dizendo que Mia Sheridan me tocou mais uma vez, e tocou bem fundo mesmo.

E quem sabe, no que dizia respeito a Carson, assim como no caso da vacinas, um pouco de veneno fosse a cura, e não a doença.

Grace é uma estudante de Direito, tem duas irmãs mais novas e as três foram criadas pelo pai, um policial que sempre fez com que as garotas andassem na linha. As mãe da meninas foi embora logo após a morte do único irmão do sexo masculino de Grace. Por esse motivo, Grace acaba tentando ser a filha perfeita, para não causar mais sofrimento e problemas ao pai. Ela tem sua vida toda milimetricamente planejada, pelo menos até uma viagem para uma convenção em Las Vegas…

Carson é um jovem ator pornô (isso mesmo, vocês não leram errado!). Ele teve uma infância totalmente diferente de qualquer outro garoto, e hoje ele usa seu sarcasmo, ironia e sensualidade (haja sensualidade nisso!) como um mecanismo de defesa, para que as pessoas não se aproximem de mais dele e possam enxergá-lo como ele é por dentro, revelando toda sua fragilidade. Ele consegue manter essa postura de durão pelo menos até esbarrar com uma linda garota no hotel em que está hospedado em Las Vegas…

Não queria que ela sofresse, mas dividir minhas cicatrizes com outro ser humano era um alívio que nem eu mesmo soubera que precisava até que Grace me oferecesse.

Nos primeiros encontros, Grace e Carson não se dão nada bem. E é quando eles são obrigados a passarem algumas horas juntos que os dois acabam se conhecendo melhor e descobrindo que ambos tem mais coisas que deixam transparecer. E é aí que surge uma espécie de trato entre eles: um final de semana sem regras no que diz respeito ao sexo. Mas, conforme o tempo vai passando, eles vão se sentir cada vez mais ligados um ao outro, até que algo faz com que pensem que não dariam certo juntos, e cada um parte para seu destino.

Só que o que nenhum deles imagina é que esse final de semana juntos faz com que repensem suas vidas, atitudes e sentimentos, e irão tomar decisões que mudará tudo aquilo que eles davam como certo.

SuperBanner_160808193605

Cinco anos se passam, e desde que se reencontram não há como negar os sentimentos que guardaram por tantos anos. E é interessante que conforme esses cinco anos vão passando vamos acompanhando as mudanças em suas vidas.

A narração do livro é em primeira pessoa, sendo intercalado por Grace e Carson, e isso é uma das coisas que adoro, pois adoro conhecer os dois lados da moeda, e saber os sentimentos de cada um dos personagens.

Às vezes não percebemos que algo é errado até alguém aparecer e nos transformar, nos fazer querer mais.

Sobre o amigo de Crason que está sendo acusado de assassinato, só posso dizer a vocês que tem muita coisa envolvida nessa história, e isso acaba dando um maravilhoso ar de suspense para a história.

SuperBanner_160808193818

Como de costume, no início do livro há uma descrição do signo em que a história é baseada. E assim como o signo de Escorpião é representado por três animais diferentes, acabei identificando cada um deles através de como os personagens foram evoluindo:

  • Escorpião: Os personagens antes de seu final de semana em Las Vegas
  • Águia: O tempo em que Carson e Grace ficam separados
  • Pomba: a partir do reencontro deles

Carson acabou se tornando um dos meus personagens preferidos, porque ele é simplesmente um herói.

Algumas vezes são necessário anos de terapia mas, em outras, pode acontecer em um instante milagroso – uma vida inteira de dúvida e ódio por si mesmo curada por um momento de absoluto amor.

Só tenho elogios para esse livro, pois a autora soube exatamente como dosar as cenas hot, dramáticas, de suspense e engraçadas. Mais uma vez me apaixonei pela forma como Mia Sheridan desenvolve a trama e faz com que seus personagens evoluam maravilhosamente bem.

1470695639357

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s