Resenha

[Resenha] Nunca Jamais, de Colleen Hoover e Tarryn Fisher por @galerarecord

Sabe aquele livro que te surpreende e você perde o folego em cada página? É dele que iremos falar hoje!

capa do livro

Nunca Jamais

sinopse

Colleen Hoover, autora das séries Slammed e Hopeless, junta-se a Tarryn Fisher neste thriller romântico e misterioso.
Charlize Wynwood e Silas Nash são melhores amigos desde pequenos. Mas, agora, são completos estranhos. O primeiro beijo, a primeira briga, o momento em que se apaixonaram… Toda recordação desapareceu. E nenhum dos dois tem ideia do que aconteceu e em quem podem confiar.
Charlize e Silas precisam trabalhar juntos para descobrir a verdade sobre o que aconteceu com eles e o porquê. Mas, quanto mais eles aprendem sobre quem eram, mais questionam o motivo de estarem juntos para começo de conversa.

resenha

Quero dizer algo que a console. Se fosse ontem, tenho certeza que teria feito sem hesitar. Porém, não é mais ontem. É hoje, e hoje Charlie eu somos completos estranhos um para o outro.

Achei fantástica essa história, e não é para menos, pois envolve duas autoras que simplesmente A-DO-RO!

Imagina um belo dia você estar em algum lugar, ou no caso de Charlie e Silas na escola, ter um “apagão” e de repente não lembrar mais nada de sua vida, nem mesmo quem você é. Imaginou? Pois é isso o que acontece com Charlie e Silas.

Charlie e Silas ficaram totalmente perdidos quando se deram conta de que não tinham memória nenhuma sobre suas vidas, e ainda sentem medo de contar para mais alguém , pois podem achar que estão loucos.
A narração do livro é intercalada entre Charlie e Silas, e ela começa a partir do momento em que Charlie se vê sem nenhuma memória. A cada capítulo vamos nos envolvendo mais na história dos personagens e por sua busca de informações sobre quem realmente são. E a cada nova descoberta vibramos!

Os dois tentam encontrar diários, cartas, e-mails, mensagens de celular, qualquer coisa que lhes indique quem realmente são e como ficaram assim. E enquanto mais procuram, mais perdidos ficam… A verdade é que é estranho que eles não lembram quem realmente são, mas lembram de coisas como dirigir, mexer em celular, computador e GPS…

Pelo que ficam sabendo pelos seus amigos da escola (que eles nem lembram) é que os dois são namorados, mas enquanto mais a fundo vão nisso, mais em dúvida ficam.

Suas famílias se odeiam e são contra o namoro dos dois, e eles nem imaginam o motivo…

Charlie e Silas só tem um ao outro, e conforme vão tentando sair dessa enrascada, vão se aproximando um do outro ( no caso Silas é quem mais demonstra querer essa aproximação).

O Silas de agora é um fofo (falo isso porque não dá para saber muita coisa sobre o Silas de antes), e no momento ele está totalmente vidrado em Charlie.

Enterro o rosto em seu cabelo e suspiro. É uma sensação familiar. De segurança. E me faz esquecer que nem consigo lembrar…

Charlie era uma garota cheia de problemas, e aparentemente vinha cometendo vários erros antes de perder a memória. Em algum ponto do livro a Charlie de agora, imagina que antes ela não se sentia boa o bastante para Silas, por isso cometeu tantas burradas.

Só tenho um dia e meio de lembranças, mas em todas eu não odeio Silas. E agora a missão pessoal dele é me fazer amá-lo novamente. É irritante que eu goste disso.

Conforme fui lendo o livro, fui criando mil e uma teorias de como que esses dois acabaram sem nenhuma memória.

Infelizmente não vou poder me estender muito por aqui, pois além de ser um livro bem pequeno, posso acabar dando algum spoiler por aqui, e esse é o tipo de livro que você tem que descobrir as coisas junto com os personagens.

SuperBanner_160622190037

Pra quem gosta de um bom romance com suspense: esse é o livro ideal!

E no final do livro terminei de roer o que restavam de minhas unhas.

Esse é o primeiro livro de uma série de três livros.Vocês já devem ter notado que eu tenho problema com séries, pois mau leio o primeiro livro e já quero saber do último 😦 Então lá vai: NÃO VEJO A HORA DOS PRÓXIMOS DOIS LIVROS SEREM LANÇADOS 🙂

1466471568529

Apaixonada é pouco para descrever o quanto amei a união dessas duas autoras desse livro, pois ambas têm uma escrita fantástica que nos prende do início ao fim.

Anúncios

3 comentários em “[Resenha] Nunca Jamais, de Colleen Hoover e Tarryn Fisher por @galerarecord

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s