Resenha

[Resenha] Amor Amargo, de Jennifer Brown – @gutenberg_ed

Oieee, voltamos!

Hoje tem livro com bastante sofrimento. Estão preparados?

tumblr_inline_ms867m78ul1qz4rgp

Capa

1249-20150728134547

Sinopse

Último ano do colégio: a formatura da estudiosa Alex se aproxima, assim como a promessa feita com seus dois melhores amigos, Bethany e Zach, de viajarem até o Colorado, local para onde sua mãe estava indo quando morreu em um acidente. O Dia da Viagem se torna cada vez mais próximo, e tudo corre conforme o planejado.
Até Cole aparecer.
Encantador, divertido, sensível, um astro dos esportes. Alex parece não acreditar que o garoto está ali, querendo se aproximar dela. Quando os dois iniciam um relacionamento, tudo parece caminhar às mil maravilhas, até que ela começa a conhecê-lo de verdade…
Em um retrato realista de um relacionamento conturbado, a autora Jennifer Brown – do sucesso A Lista Negra – nos leva até o limite de nossos sentimentos.

Resenha

“Amor Amargo” é narrado em primeira pessoa por Alex uma adolescente de 16 anos que está no último ano escolar e junto com seus melhores amigos Bethany e Zach planejam uma viagem para a cidade de Colorado para comemorar a formatura. Além disso é no Colorado onde era o destino da mãe de Alex antes de morrer, então o Trio Terrível tem um lindo sonho de ir até tal lugar e ajudar sua amiga a encontrar respostas que tanto são necessárias.

Porém tudo muda quando Cole o novo aluno transferido do colégio aparece na vida de Alex, ambos começar a ter muito contato pois a garota tem o ajudado na orientação de literatura e os dois começam a se envolver amorosamente, porém Cole esconde um passado bem conturbado e tem um comportamento muito violento e misterioso.

“E assim, sem mais nem menos, me dei conta de que, querendo ou não, o que tinha acontecido no dia anterior já tinha começado a me definir; eu estava inventando pretextos para justificar o que ele tinha feito comigo”

Cole no começo parece ser o namorado dos sonhos, atencioso, amoroso, porém é frio e calculista com Alex, e sempre a trata com indiferença quando acha que é necessário. E o leitor passa a perceber que tem algo errado nesse relacionamento, e com algumas dicas sutis Cole demonstra seu lado agressor. E não apenas isso, mas também manipulador e abusivo.

“Fazia meses que vinha me dedicando exclusivamente a Cole, e não sabia mais com quem contar […] Eram muitos segredos. Segredos demais […] Eu teria que repetir as histórias um milhão de vezes […] Seria tão humilhante”

A leitura é rápida, os capítulos são curtos, porém a narrativa feita em primeira pessoa pela Alex deixou muito a desejar no meu ponto de vista. Não consegui sentir todo o amor que a autora estava dizendo que a Alex sentia pelo Cole. Tá certo que uma pessoa de fora sempre fica imaginando como uma pessoa consegue ficar com outra que a trata com violência e brutalidade, mas não era isso que eu me questionava. A única coisa que eu queria saber era onde o sentimento da Alex começou, e onde o interesse do Cole estava, porque eu não vi isso, ou passo totalmente despercebido dos meus olhos. Alex tem uma falha de personalidade muito grande que faz o leitor perceber por que ela caiu nas garras do Cole, e ainda mais por isso o livro não foi convincente para mim, porque em nenhum momento a protagonista gosta dela mesma, então como pode ela amar outra pessoa. Era isso que me perguntava durante toda a leitura.

“Ele soltou o meu pescoço e eu desabei no chão, cobrindo o rosto com as mãos enquanto soluçava. Amedrontada demais para correr . Pasma demais para continuar em pé. Machucada demais para ser corajosa, revoltada ou qualquer outra coisa além de arrasada.”

Mas por outro lado, entendi o lado da Alex, em como é difícil sair de uma situação assim, em perdoar alguém que te faz tão mal, e fui capaz de compreendê-la e ser empática pelo que sente e pela vergonha em contar para alguém o que se passa na sua intimidade.

É um livro com um tema pesado, porém muito atual, ele choca algumas vezes mas acho que não é nada que nos deixe tristes ou com ressaca depois da leitura. Se eu senti falta de emoção durante a escrita talvez seja algo superável, porque Bethany e Zach são personagens incríveis e que vão te conquistar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s