Resenha

[Resenha] Ruby in the Dust – O amor numa xícara de chá de Julie Farrell

Oi, gente!

Hoje é dia de resenha de um livro SUPER especial ❤

Vamos conhecer?

Ruby in the Dust – O amor numa xícara de chá

Autora: Fulie Farrell

Onde comprar:

Ebook: Amazon | Barnes and Noble | Kobo | Apple Store

Físico: Charme

Goodreads

Classificação da resenha: 5


capa Ruby (1)

 

sinopse

Nicky tem um segredo. Ela fugiu de Hamburgo aos quinze anos, e encontrou refúgio na pacata Maidenhead, onde seu café, Ruby in the Dust, tornou-se um sucesso. Mas agora, conforme Maidenhead se moderniza e o Corporista Café engole a cidade, Nicky está perdendo sua renda e tem uma ameaça de despejo. Com todas estas preocupações martelando em seu coração, ela certamente não está à procura de amor.

Quando Alex entra em sua vida com promessas para ajudá-la a transformar seu negócio em algo lucrativo, Nicky se mantém cética. Mas há mais em Alex do que o idiota que ele parece ser. Quando o senhorio desagradável de Nicky desafia Alex a salvar o Café em três meses, Alex não consegue resistir, e eles fazem uma aposta que pode acabar custando caro a Alex.

Pode Nicky colocar o orgulho de lado e trabalhar com Alex para salvar Ruby in the Dust, antes que ele se torne mais um café empresarial? E ela pode superar o seu grave segredo, e se permitir apaixonar por Alex, mesmo que isso signifique enfrentar seus medos mais profundos?

Aconchegue-se com uma xícara de chá, e desfrute do calor do Ruby in the Dust!

 

resenha
Nicky é uma imigrante alemã, dona de um Café na cidade de Maidenhead, no Reino Unido, que está a beira da falência e com o pesadelo do despejo sobre seus ombros. Alex é um playboy irresponsável, que bebe muito e gosta de testar seus limites, mas que sofre um acidente e precisa rever sua vida e colocá-la de volta aos trilhos. Uma aposta une esse casal improvável, na busca por fazer do Café um local rentável e garantir a Nicky seu meio de vida.

Ruby 1

Há muito tempo eu não lia um livro que me prendia de tal forma, como aconteceu com o Ruby in the Dust – O amor numa xícara de chá. Ele é o típico livro onde nada é exatamente como parece ser. Primeiro que Alex é o bad boy menos bad que eu já vi. hahahhahaha Confesso, que no inicío, eu o achei metido, prepotente e fiquei com raiva dele. Mas a cada página, Alex vai desnudando sua alma para nós, mostrando que por baixo de toda aquela beleza (sim, ele é MTO lindo) e prepotência, existe uma mente brilhante, cheia de medos e inseguranças; um cara super fofo que só precisava encontrar algo que o inspirasse e que se tornasse a razão da vida dele. Boa parte do livro é focada em Alex, e com isso a gente consegue ter um panorama do cara fofo (já disse o quanto ele é fofo?) e engraçado ele é.

 

Ruby 2

Com o decorrer da leitura, vamos conhecendo Nicky, uma alemã de ótimo coração, que tem no seu café um ideal de vida: fazer o bem às pessoas. A Nicky foi para o Reino Unido aos 15 anos, fugida da Alemanha, e lá ela assume uma nova identidade como forma de esconder o seu segredo. Ela supera as dificuldades(do idioma, do preconceito por ser estrangeira, por não ter estudo) e com muita leitura e um “espírito” iluminado, Nicky consegue ser a luz do Ruby in the Dust e transformá-lo num local onde as pessoas passam momentos realmente felizes.

Por falar em segredo, ( não eu não vou contar! ) o segredo de Nicky é realmente chocante. E no momento que eu comecei a entender a complexidade do segredo dela, eu comecei a me desesperar. E chorei. Chorei muito. Por ela, pelo passado, pelos seus medos, por tudo que ela teve que enfrentar para ser a mulher que ela é hoje. A cena em que ela conta a ele a verdade, foi uma das mais bonitas e sutis que eu já li na vida. Eu consegui “ver” os dois ali na minha frente, enquanto ela se abria como uma flor, pétala por pétala, para que Alex entendesse o por que eles não poderiam ficar juntos.

Quando chegamos no momento fatídico do segredo, é que entendemos que o livro é, na verdade, muito mais sobre Nicky, do que Alex, já que ele consegue chegar a um equilíbrio no meio do livro. E é a partir desse momento que Ruby in the Dust deixa de ser um livro fofo e divertido, para se tornar inesquecível.
Ruby 4

 

O livro é repleto de mensagens positivas, de amor ao próximo e a si próprio. Ele nos faz refletir sobre nosso papel no mundo, a forma como tratamos as pessoas ao nosso redor e no quanto praticar o bem nos deixa mais próximos da felicidade. Além isso, Julie Farrell nos faz refletir muito sobre o preconceito, já que apenas quase no final do livro é que descobrimos o segredo de Nicky, e então já estamos apaixonados e é impossível não ser solidário a dor dela e não torcer para que ela consiga passar por cima dos seus medos para ficar com o seu amor.

 

Com personagens cativantes, inclusive os secundários, Ruby in the Dust é a certeza garantida de muitas risadas, devido o famoso humor britânico afiado que aparece tão bem na escrita da autora.

Terminei o livro com o coração triste, por que tinha acabado, já sentindo falta de Alex e Nicky.  ❤

Eu recomendo esse livro para aquelas pessoas que gostam de ler histórias que fogem do padrão, já que o segredo de Nicky é algo que nos choca um pouco. Mas, mais do que isso, ele é um livro para se ler com o coração aberto, sem preconceitos, sem medo de entrar de cabeça e se apaixonar.

Ele está disponível na Amazon, em ebook, mas a autora me confirmou que sairá em formato físico, muito em breve, por uma editora brasileira.

Ruby 3

 

sobre-o-autor

6951128Do pânico ao publicado!

Eu escrevo romances picantes que farão seu coração bater forte e despertar arrepios de desejo!

Houve um tempo, não muito tempo atrás, quando tudo que eu queria era que meu coração parasse de bater forte e minha mente ficasse turva com o medo. Sabe, eu sofria com ataques de pânico. O medo me debilitava diariamente, e os sentimentos de fraqueza prejudicaram a minha autoestima. Este “medo do medo” se tornou tão grande que houve momentos em que eu sentia até mesmo medo de sair de casa.

Nesses momentos, tudo o que eu queria fazer era escrever, porque o meu mundo imaginário de ficção era uma fuga relaxante da realidade. As personagens femininas fortes que eu criei me permitiam fingir que estava tudo bem no meu mundo. E os homens em minha imaginação fictícia eram protetores, amorosos e fortes.

Eu nunca fui uma pessoa de desistir! Mesmo no fundo do poço, eu sabia que eu podia e iria me recuperar. Graças a uma grande rede de apoio, um livro de autoajuda maravilhoso (The Panic Attacks Workbook de David Carbonell), e minha própria determinação paciente eu experimentei meu último ataque de pânico em janeiro de 2013. Então, em abril de 2014, eu provei como eu tinha me tornado forte quando fiz um mochilão com um amigo em meio ao caos e ao calor da Índia – algo que me enchia de pavor antes do meu medo ser dominado a cada respiração da minha vigília.

Mas nada nesta vida é um desperdício. Durante os anos em que eu estava sofrendo de ataques de pânico, eu aprendi a escrever bem! Eu aperfeiçoei o meu ofício, e quando eu cheguei do outro lado, eu estava pronta para auto publicar, sabendo que se eu posso lidar com ataques de pânico e sobreviver, então posso me tornar uma autora independente de sucesso também! Meus livros são produtos desta incrível viagem que eu já estive, e agora eu não posso esperar para descobrir que outras delícias esperam por mim, ao virar da esquina!

Nunca desista de seus sonhos, e não deixe que os contratempos de hoje arruinem o seu amanhã! Você pode conseguir – assim como eu!

Site | Facebook | Goodreads | Amazon

Depois que vocês lerem o livro, não deixem de passar por aqui e deixar sua opinião. Vou adorar saber o que vocês acharam 🙂

Beijoooos

14 comentários em “[Resenha] Ruby in the Dust – O amor numa xícara de chá de Julie Farrell

Deixe uma resposta para Weslayne Bento Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s