Top Five With the Writer

[Top five With the Writer] Li Mendi

Bom dia, meninas!

Uma das autoras nacionais que vem ganhando cada vez mais destaque em 2014 é a Li Mendi. É notório, nas redes sociais, as leitoras falando cada vez mais do seu novo livro A verdadeira Bela, publicado pela Editora Highlands. Além disso, a relação muito próxima que a Li tem com as leitoras as cativa cada vez mais.

Muito simpática e acessível, Li aceitou participar do nosso Top Five de hoje, falando sobre sua carreira, internet, mercado literário e logicamente o seu ultimo lançamento, A Verdadeira Bela. 🙂

Vamos conhecê-la um pouquinho mais?

vbasf8dk6d48b5iauac8p12ga3w2c7e8EBTB: Li, primeiramente, obrigada por participar do nosso Top Five. estamos muito felizes com sua participação 🙂
Conta pra gente um pouquinho sobre você e como você decidiu virar escritora.

LM: Escrevo livros acho que desde os quatorze. Na época, não havia internet, nem blogs. Todas as estórias ficavam registradas em cadernos, que se perderam nas mudanças. Depois, a praticidade do Word me fez esquecer a letra bonita e comecei a imprimir e encadernar os livros. Os amigos curtiam e o ciclo era pequeno de leitores. Mas, felizmente, a internet lá por 2000, me trouxe um mundo de gente pra conhecer meus romances. É assustador ver mais de 10 mil visitas em um livro e mil downloads de outro… O processo solitário agora é dividido com centenas de pessoas.

Até eu terminar a faculdade de jornalismo, havia horas a fio pra gastar teclando. Depois, veio a faculdade de publicidade, a pós-graduação, o trabalho frenético como publicitária e pronto, me peguei com saudade de escrever. Nesse meio tempo, quero dizer, nesse zero tempo, consegui fazer o meu primeiro lançamento impresso: O amor está no quarto ao lado. Este ano, veio “A verdadeira Bela” e estou muito feliz em ser autora da editora Highlands.

Escrever sempre foi meu prazer, minha paixão, realização, tudo. O fascínio pelo mundo da fantasia se deu já nos primeiros anos de vida. Meus sonos eram embalados pelas incríveis aventuras narradas por meu pai, um excelente contador de fábulas

Comecei com um pequeno projeto aqui na net, chamado Cada Casa um Caso. Era um hobby produzi-lo. As pessoas gostaram tanto e comentavam mensagens de incentivos que decidi continuar. Hoje, tenho vários livros disponíveis no meu site abertos e os leitores se reúnem em um grupo do Facebook para discuti-los. Os fóruns são acalourados e muito divertidos. Rio demais com as tiradas, fotos e debates.

Na Bienal dia 31 de agosto, encontrei muitos fãs que me abraçaram com carinho e contaram sobre a emoção de me ver e pegar o meu autógrafo. Isso é tão gratificante. São eles que me dão força pra continuar todas as madrugadas à dentro.

 

EBTB: Acreditamos que seja muito dificil viver de escrever no Brasil, por conta da pirataria e até mesmo por um certo preconceito dos próprios leitores que até há um tempo atrás não valorizavam os escritores nacionais. O que você acha disso? Esse é um paradigma que está mudando?

LM: Não acho que está mudando. Na Bienal do RJ, os grandes espaços nobres eram para os autores famosos e estrangeiros. Não havia um espaço free pra autores nacionais jovens autografarem. Os que ficaram em alguns stands de editoras (que nem eram deles) pagaram um valor salgado por 2 horas de autógrafo. Eu fui por outro caminho. Reuni meus leitores na área livre de alimentação pra sentar, conversar, tirar muitas fotos e rir, sem limitação. Mas, não seria bacana se houvesse uma área na bienal “Jovens autores”? E você pudesse ter uma mesa pequena ou sofá para que seu público fizesse ali uma fila para pegar o autógrafo?

Se é difícil para o leitor comprar muitos livros com o custo Brasil, também é difícil para os autores produzirem e sustentarem seu trabalho. É preciso uma paixão sem medida pelo que se faz. Eu estou satisfeita e nem penso em parar!

Sobre a valorização por parte do público, eu vejo em muitos fóruns as pessoas dizerem que preferem as obras produzidas lá fora. E muito frequentemente me contam por e-mail que começaram a ler meus livros, achando que encontraram um livro traduzido e ficaram muito surpresas e satisfeitas de descobrirem que sou brasileira.

Eu procuro colocar cenas, cores, músicas, marcas, cheiros, tons brasileiros! Por que tudo que é bom tem que se passar em Nova Iorque?! Quero morrer levando minha língua a diante. Farei isso até o último suspiro! E que Deus me dê força e apoio para isso.

1075886_527226210676089_626994818_nEBTB: Quem/quais as suas influências literárias? Que tipo de livros vc gosta de ler e quais seus livros preferidos?

LM: Gosto muito de ler Romances, estilo no qual escrevo. E adoro, especialmente, ler livros de psicologia e filosofia para entender a mente e o coração humano. Isso é importante no momento de elaborar uma persona para os livros. É um processo trabalhoso e preciso estudar bastante. Pra mim, grandes autores: Machado de Assis e Clarice Lispector e Fernando Pessoa. E atualmente, compro sem ler a sinopse ou ver a capa de qualquer livro da Sophia Kinsella, que amo o estilo!

EBTB: Conta pra gente sobre seu próximo lançamento, A Verdadeira Bela. o que as leitoras podem esperar dele, quando sai e onde vamos encontrá-lo?

LM: A “Verdadeira Bela” conta a seguinte estória:

Nicole está prestes a entrar para uma agência de publicidade famosa e lá enfrentará o conflito entre a auto-imagem e a visão distorcida dos seus colegas a seu respeito. A pressão psicológica que acontece com bullying nas redes sociais será vencida por um grande amor, que surge para fortalecê-la e protegê-la de todos os preconceitos. Fernando é admirado por seu dinheiro e poder, mas, no fundo, luta contra uma secreta baixa auto-estima. Com medo da própria imagem que forma no olhar do outro, ele se critica e se fecha. Até que um dia seu caminho se choca com o de Nicole e os dois aprendem juntos que o amor não é cego. Ele vê com clareza o que nem todos veem: a verdadeira beleza completa do ser amado. Com muito bom humor, este livro irá tomá-lo do começo ao fim e envolvê-lo em uma estória que fala de um homem tentando entender o seu passado e de uma garota lutando pelo seu futuro. De repente, os dois se veem um de frente para o outro e descobrem a essência de um amor eterno.

À venda em: http://editorahighlands.com.br/livros/a-verdadeira-bela/

Pelo que as leitoras estão falando nos grupos, o livro é muito engraçado e ninguém consegue parar de ler quando começa. Muitas madrugadas foram “perdidas” rs. Realmente eu rio sozinha lembrando de partes bem divertidas sobre as peripécias da personagem. É um livro muito gostoso de ler e que dá uma vontade de quero mais!

EBTB: Para finalizar, gostaríamos que você deixasse um recado para as leitoras, em especial para as lindas que leem o EBTB:

LM: Eu queria dizer as leitoras do EBTB, que ler é uma forma de tornar a vida mais leve. De vestir os personagens e sentir emoções únicas. Por isso, nunca deixe de comprar livros, porque é possível viver muitas vidas numa mesma vida! E eu adoraria tê-las como minhas leitoras no meu grupo de Fãs https://www.facebook.com/groups/355744351196085/

Quem quiser conhecer mais o trabalho da Li, pode entrar em contato com ela pelo seu Site| Facebook | Twitter |Skoob.

No seu site, você encontram alguns outros livros escritos por ela, disponível para download free. 🙂

E quem vai a Bienal do Rio no dia 07/09, vai poder encontrar a Li Mendi, que estará autografando seu livro A verdadeira bela no pavilhão azul, na área livre de alimentação. Todos os detalhes você encontra aqui: http://goo.gl/gZ127W

Vamos apoiar os autores nacionais, né? 🙂

Bjoo

2 comentários em “[Top five With the Writer] Li Mendi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s